Werdum duvida de aposentadoria de Fedor e avisa: “Estou disponível para revanche”

0
485

No Bellator 290 do último sábado, Fedor Emelianenko perdeu para Ryan Bader por nocaute técnico e “pendurou as luvas”. Porém, ao Conexão PVT, Fabrício Werdum, único a finalizar o russo, elogiou a lenda, mas duvidou da aposentadoria, e deixou aberta a possibilidade de ceder a revanche.

Werdum e Fedor se enfrentaram em 2010 no Strikeforce. O brasileiro finalizou (Foto: Dave Mandel / Sherdog)

“Nunca ninguém fez o que Fedor fez no peso pesado. Dez anos invicto, sem dúvida ele deve ser considerado o maior de todos os tempos. Quanto a parar, acho que ele, como eu, vai dar só uma pausa, posso dizer porque estou vivendo exatamente o mesmo sentimento. O Fedor continua em bom nível e o mercado russo paga muito bem. Sendo o maior ídolo russo do esporte, não tenho dúvidas que em breve receberá uma excelente proposta para lutar para sua torcida. Não tenho dúvidas de que ele vai voltar, e não tenho dúvidas de que o finalizo de novo”, disse Werdum, que chocou o mundo quando finalizou Fedor com triângulo em 2010, no Strikeforce.

Após a citada pausa, Werdum está pronto para fazer superlutas. Foi convidado para lutar no GP do PFL, evento com qual tem contrato, mas não se interessou pela oferta.

“O PFL me chamou para o GP, mas faria três lutas no ano, e não quero isso para mim nesse momento da carreira. Quero fazer superlutas que façam sentido e rendam boa grana. Recebi uma excelente proposta para lutar no Eagle FC no dia 11 de março de 2022. Não teve como recusar, mas o evento acabou. Eu já estava voltando a uma rotina pesada de treinos, e confesso que, quando isso aconteceu, perdi um pouco da motivação. Estou cuidando dos meus negócios. Para retornar, devo ter uma proposta 100% segura. Agora estou com outra negociação para o dia 29 de abril. Quero lutar neste ano, gostaria de fazer uma superluta no PFL ou uma luta de boxe. Mas estou apenas vivendo um dia após o outro”, disse Werdum, que se colocou entre os maiores do peso pesado.

“Como disse, claro que tenho que colocar o Fedor em primeiro. Colocaria no top 5 o Rodrigo Minotauro, o Mirko Cro Cop, Cain Velasquez e, claro, eu. Acho que mereço”, listou “Vai Cavalo”.

Abaixo, confira a entrevista completa de Werdum no Conexão PVT.