1ª Copa Nova União marca reestruturação de uma das mais tradicionais equipes de jiu-jitsu do mundo

0
220
Leo Santos e José Aldo são ícones da Nova União - Foto: Marcell Fagundes

Apesar da competição interna, o clima da 1ª Copa Nova União, realizada na Arena Upper, no último sábado, 30, era de festa. Atletas, professores e organizadores celebravam o novo momento de uma das mais tradicionais equipes de jiu-jitsu do mundo fazendo o que melhor sabem: lutando. Foram mais de 500 competidores de diferentes partes do país, reforçando o amor pela bandeira que leva união no nome.

Leo Santos e José Aldo são ícones da Nova União – Foto: Marcell Fagundes

Grande idealizador do evento, o campeão mundial de jiu-jitsu e ex-UFC Léo Santos, que desde a aposentadoria ocupa o cargo de presidente da Nova União, comemorou o sucesso da copa.

“É um momento de muita felicidade, agradecer ao Dedé (André Pederneiras) pela confiança, aos professores das filiais que compraram a ideia e a todos que nos ajudaram na realização da 1ª Copa Nova União. É um evento da casa, de todos, desde os árbitros até a galera da cantina são integrantes da equipe. Muito grato ao esforço e à união de todos. Claro que tivemos erros, falhas, mas é só o primeiro. Vamos melhorar cada vez mais até chegar próximo à perfeição”, vibra.

Todo o valor arrecadado com o evento será reinvestido no time profissional e na estrutura de jiu jitsu da Nova União. O objetivo é dar melhores condições para os atletas profissionais em destaque e voltar a ser campeão mundial da IBJJF.

“Vamos fortalecer nosso time profissional e fomentar também o trabalho de base. A Nova União sempre foi uma fábrica de talentos, temos um material humano que não fica atrás de nenhuma equipe. Estamos trabalhando para organizar essa estrutura e voltar ao lugar mais alto do jiu-jitsu. Queremos trazer o mundial de volta para casa”, vislumbra Léo.

Evento arrecadou q tonelada de alimentos – Foto: LBV

O evento também arrecadou 1 tonelada de alimentos numa parceria solidária com a Legião da Boa Vontade e a Super Rádio Brasil. Os alimentos serão destinados a famílias em situação de vulnerabilidade. A ação foi organizada pelo faixa preta da Nova União Erivan Gonçalves, líder do projeto EGM Team, em Manguinhos.

“Estou muito feliz pela confraternização e também por poder fazer parte dessa ação que vai beneficiar muitas famílias. Sou muito grato por tudo o que a Nova União me proporciona e aos meus alunos e também às parcerias de longa data LBV e Super Rádio Brasil. A luta não é só dentro do tatame, é fora dele também. Obrigado a todos que doaram, vocês fazem parte dessa vitória”, enfatizou.

Casa cheia

Na arquibancada, pais, alunos e personalidades importantes do mundo da luta marcaram presença e lotaram a Arena Upper. José Aldo, ex-campeão do UFC e um dos principais nomes da Nova União, acompanhou atentamente as lutas e foi um dos mais assediados por fãs e colegas distantes de equipe.

“O evento está muito lindo, muito feliz de ver a estrutura montada, muitas lutas de qualidade também. É muito importante para nossa equipe ter um evento como esse. Reforça os laços e faz com que a gente se fortaleça como um time”, afirmou o campeão do povo.

Resultado:

Dentre as filiais participantes da 1ª Copa Nova União, a que ficou com o troféu de campeã foi Morro dos Campeões, liderada pelo faixa preta José Carlos Dias, o Polengui; seguida por Campos, de Wendell Alexander, co-fundador da equipe; e Família Bangu, de Fábio Andrade, respectivamente.