ADCC 2022: Ryan mantém reinado, Mica é finalizado e “gringos” faturam mais ouros

0
534
Ryan finalizou Galvão na superluta e faturou também no peso (Foto: Flograppling)
Ryan finalizou Galvão na superluta e faturou também no peso (Foto: Flograppling)

No último final de semana, no ADCC 2022, Gordon Ryan justificou mais uma vez o apelido de “The King” (“O Rei”). O americano faturou no peso e venceu também a aguardada superluta contra Andre Galvão. Mica Galvão foi finalizado por Kade Ruotolo numa luta em que estava em jogo não só o título -77kg, mas quem seria o campeão mais jovem da história do maior torneio de grappling do mundo.

Dos oito ouros em disputa, cinco foram para”gringos”: quatro americanos e um para a galesa Ffion Davies, primeira lutadora da Grã-Bretanha a ser campeã do ADCC.

Os brasileiros faturaram três títulos: absoluto com Yuri Simões, Kaynan Duarte nos -99kg e Diogo Reis no -66kg.

MASCULINO:

Superluta:
Gordon Ryan finalizou André Galvão em 16:44min

Absoluto:
Yuri Simões venceu Nicholas Meregali por duas punições após 0-0

Final +99kg:
Gordon Ryan finalizou Nick Rodriguez em 2:15min

Final -99kg:
Kaynan Duarte venceu Craig Jones por 12 a 0

Final -88kg: 
Giancarlo Bodoni finalizou Lucas Hulk em 14:10min

Final -77kg:
Kade Ruotolo finalizou Mica Galvão em 11:51min

Final -66kg:
Diogo Reis venceu Gabriel Sousa por 3-0

FEMININA:

Final -60kg:
Ffion Davies venceu Brianna Ste-marie por 10-0

Final +60kg:
Amy Campo venceu Rafaela Guedes por 3-2