Após título no Judô, prodígio Davi Camponez se prepara para representar o Brasil em campeonato de Jiu-Jitsu nos EUA

0
125
Davi Camponez segue sua rotina de conquistas - Foto: Divulgação

O colecionador de medalhas Davi Camponez subiu ao lugar mais alto do pódio mais uma vez, agora na 2ª etapa do Campeonato Capixaba de Judô, realizado no último final de semana em Vitória. Com apenas 12 anos, o faixa-amarela foi campeão vencendo duas lutas por ippon e uma por wazari no golden score.

Davi Camponez segue sua rotina de conquistas – Foto: Divulgação

“Esse título é o reflexo dos treinos com os senseis Jorge e Rosana de Barros, na Nippon; e Eduardo Paes Amaral. As aulas de natação com a professora Maíra Viana e a preparação física com Paulo Giovani Gonçalves, na academia Visual Sport Center, me ajudaram a ter energia para dar o meu melhor. Também sou muito grato à LBV, Super Rádio Brasil e Prime Esportes, que estão sempre me apoiando”, destaca o campeão.

O jovem atleta de Vila Velha também ostenta um vasto currículo no Jiu-Jitsu, modalidade na qual é campeão mundial pela CBJJE, sul-americano pela IBJJF, tetracampeão brasileiro pela CBJJ e pela AJP Tour, dos Emirados Árabes. Agora o prodígio volta suas atenções para importantes torneios em Las Vegas e em São Paulo.

“Graças ao apoio da Secretaria de Estado de Esportes e Lazer do Espírito Santo (SESPORT), através do programa ‘Compete ESportivo’, eu consegui as passagens para Las Vegas, para disputar o Con Kids International da IBJJF, em Las Vegas, e o Mundial da CBJJE, em São Paulo. Agora, junto com meus maiores patrocinadores – minha família – estamos em busca de apoio para bancar os custos da viagem, como visto e alimentação.”

Davi Camponez, que no Jiu-Jitsu carrega a bandeira da equipe Renzo Gracie Praia da Costa, liderada pelo mestre Robson Silva Motta, e faz aulas com o personal fight João Abreu, também pleiteia sua inclusão no programa Bolsa Atleta do município de Vila Velha, onde é nascido e criado.

“A expectativa é que eu consiga esse apoio por parte de Vila Velha, pois já provei que levo a sério minha carreira no esporte, além de ser um orgulhoso ‘canela verde’ e fazer de tudo para representar minha cidade nos tatames do Brasil e do mundo”, garante.