Após treinos na Kings, Rafael Cordeiro e Fabrício Werdum avaliam chances de Hall contra Anderson

O próximo sábado, 31, deve marcar a despedida de Anderson Silva do UFC. Diante de Uriah Hall, o maior campeão da história dos pesos médios faz, aos 44 anos de idade, a sua última luta do atual contrato com a organização. Adversário do brasileiro, o americano já teve oportunidade de treinar na Kings MMA, equipe liderada por Rafael Cordeiro, ex-treinador de Spider.

Foi há cerca de dois anos. Durante o PAPO COM MESTRÃO 2, realizado há poucos dias, Rafael Cordeiro e Fabrício Werdum, que treinou com Hall naquela ocasião, analisaram o combate deste sábado. Para eles, a experiência do brasileiro somada a uma falta de resiliência do americano pode definir o rumo da luta. 

“Tudo vai depender de qual Uriah vai subir no octógono. Se subir um Uriah sem respeito, vai ser uma grande luta; se subir um Uriah com respeito, vai ser um monólogo do Anderson”, acredita Cordeiro. 

“Não vejo o Uriah Hall com coração de guerreiro”, salienta Werdum. “Acredito que o Anderson vai bater tanto e o juiz vai parar a luta”.