Brutus MMA realiza primeira edição com round aberto

0
65
Oton Jasse levou a melhor na luta principal (Foto: Divulgação)

Realizado no último sábado, em Itaboraí-RJ, o evento brasileiro Brutus MMA colocou em prática a ideia do “round aberto”, que consiste na divulgação instantânea da pontuação da luta no final de cada assalto.

Oton Jasse levou a melhor na luta principal (Foto: Divulgação)

A ideia da organização é servir como uma espécie de laboratório para o desenvolvimento do esporte, com teste de novas regras e oportunidades para lutadores amadores e rodagem para novos árbitros e jurados.

Ao todo, o card foi composto por três combates de MMA profissional, três amador e um duelo de submission. Na luta principal, o experiente Oton Jasse finalizou Helisom Cruz com um triângulo de mão ainda no primeiro round.

“Com o foco no MMA amador, podemos melhorar a qualidade dos profissionais que compõem um evento de MMA, desde os atletas, equipe de arbitragem e toda engrenagem que roda dentro e fora do cage”, explica o idealizador Flávio Almendra.

“O teste do round aberto foi um verdadeiro sucesso. Todas as lutas foram bem tranquilas, não tivemos nenhuma polêmica e vimos, na prática, que sim, as lutas ficam mais intensas com o passar das etapas”, destaca o árbitro e promotor.

Outra ideia de Flávio Almendra colocada em prática foi a criação da modalidade cage boxe no site de registros de lutas Tapology. O cage boxe é uma luta nas regras do boxe só que, em vez do ringue, o palco é o cage.

“Foi com muito orgulho que eu recebi a notícia positiva por parte do Tapology. Agora podemos começar a registrar as lutas e desenvolver novas regras. Podemos dizer que temos mais uma modalidade emocionante criada no Brasil”, celebra Almendra.

Confira abaixo os resultados do evento:

Brutus MMA

DSW Arena, Itaboraí, RJ

25 de junho de 2022

MMA Profissional

Oton Jasse finalizou Helisom Cruz com um triângulo de mão aos 2:16 do R1

Wesley “Soldado” venceu Breno Rangel por decisão unânime

Gabriel “Magregs” venceu Jonas Pereira por nocaute técnico aos 2:58 do R2

MMA Amador

Antunez “Maradona” venceu Thalison Silva por nocaute aos 2:25 do R1

Caio Lamas venceu Henrique Rocha por nocaute técnico aos 2:21 do R2

Kellison Souza venceu Mayque Rodrigues por decisão unânime

Submission

Talia Amanda finalizou Maria “Paty Guerreira” com um armlock aos 4:54