Carina Santi destaca força física como diferencial para vencer GP feminino do BJJ Stars

0
215
Atleta é uma das postulantes ao título - Arquivo Pessoal

Campeã do Europeu, Brasileiro – Gi & No-Gi -, entre outras conquistas, Carina Santi, aos 33 anos, não se dá por satisfeita. Em busca de novos desafios no Jiu-Jitsu, a faixa-preta da equipe G13 BJJ vai participar do histórico GP peso-pesado feminino do BJJ Stars 11, marcado para o dia 9 de setembro, em São Paulo, e que vai pagar R$ 100 mil para a vencedora.

Atleta é uma das postulantes ao título – Arquivo Pessoal

Animada com a oportunidade, Carina Santi celebrou o convite do BJJ Stars, além da valorização do Jiu-Jitsu feminino. Na opinião dela, este GP vai marcar uma mudança de patamar para as mulheres.

“Me senti muito lisonjeada (com o convite), reconhecida, é o fruto de um trabalho de 15 anos e o que todos atletas almejam hoje é estar dentro de um evento como o BJJ Stars. Posso dizer que eu alcancei tudo o que gostaria dentro do Jiu-Jitsu, lutando os maiores eventos e agora coroando com esse GP feminino com uma premiação nunca antes vista na história do Jiu-Jitsu para mulheres”, disse ela, que completou:

“É um novo patamar (para a gente), sim. Vamos mostrar a força do Jiu-Jitsu feminino e o quanto nós mulheres somos guerreiras, lutadoras e trabalhamos duro. Tenho certeza que a arquibancada vai estar repleta de meninas e iremos mostrar a nossa força, mudando o patamar das mulheres no Jiu-Jitsu”.

Atualmente também atuando como fisiculturista, além de ser mãe de dois filhos, Carina Santi vai retornar às competições após um ano. Por isso mesmo, vem realizando um treinamento todo focando no BJJ Stars 11.

“Quando o Fepa me convidou, tinham algumas semanas que eu havia voltado a treinar, pensei 2x, conversei com meus médicos, meu marido (Diogo Almeida), e aí decidimos ir (para o GP). É a minha oportunidade de brilhar, então o que me resta é trabalhar duro. Estou treinando muita força que é o que eu tenho de melhor, a ‘grosseria’, e é o que eu vou mostrar lá. Não será nada fácil, sou uma das mais velhas, não vivo do Jiu-Jitsu, então por isso tenho treinado o dobro de olho no GP”, analisou a faixa-preta, que sobre a sua motivação, prosseguiu:

“Com certeza me motiva mais ser uma atleta master e mãe, representando todas as mamães, que batalham 24h por dia, 7 dias por semana, uma loucura. Eu faço isso não só por mim, mas para inspirar os meus filhos também. Estou muito motivada e vou dar 100% de mim. Quero mostrar um jogo agressivo, pra frente, fazendo muita força e em busca da finalização”, encerrou Carina Santi.

CARD COMPLETO:

BJJ Stars 11
Pavilhão Pacaembu, em São Paulo
Sábado, 9 de setembro de 2023

– GP peso-pesado feminino
Gabi Pessanha (Infight)
Tayane Porfirio (Roger Gracie)
Melissa Cueto (Alliance)
Tamiris Silva (Dream Art)
Welma Moreira (CEI Jiu-Jitsu)
Yara Soares (Fratres JJ)
Carina Santi (G13 BJJ)
Mikaela de Lima (GFTeam)

– Superlutas
Isaque Bahiense (Dream Art) x Matheus Spirandeli (Alliance)
Andy Murasaki (Atos JJ) x Uanderson Ferreira (Game Fight)
Gustavo Bastista (Atos JJ) x Jansen Gomes (CheckMat)
Piter Frank (Alliance) x Caio Almeida (Almeida JJ)
Victor Honório (Jiu Art) x Yatan Bueno (Fratres JJ)
Diogo Reis (Melqui Galvão) x Samuel Nagai (CheckMat) – No-Gi