Com disputa de cinturão, Jungle Fight promete casa cheia em Sergipe

0
226
Colorado e Tyson duelam pelo cinturão dos penas do Jungle Fight - Foto: Leonardo Fabri

A capital sergipana está em polvorosa para a 118ª edição do Jungle Fight, que acontece neste sábado, 29/7, no moderno ginásio de esportes Constâncio Vieira. Com todos os ingressos esgotados, são esperadas cerca de 6 mil pessoas. A luta principal será a disputa de cinturão dos pesos-penas, entre o ídolo local Willian Colorado e o amazonense Júlio “Tyson” Pereira.

O Sportv 2 e o canal Combate transmitem todas as emoções do evento ao vivo, a partir das 19h. A TV Globo exibe os destaques logo após o programa Altas Horas.

Colorado e Tyson duelam pelo cinturão dos penas do Jungle Fight – Foto: Leonardo Fabri

Os protagonistas confirmaram a disputa de título na pesagem oficial realizada na tarde desta sexta-feira, no mesmo palco do evento de sábado. Tanto Colorado quanto “Tyson” atingiram marcaram 65,7kg na balança, 300g abaixo do limite da categoria dos penas. Vale lembrar que ambos já foram campeões da divisão; ou seja, quem triunfar amanhã reconquistará a coroa da selva.

“O público sergipano pode esperar um verdadeiro show. É muito gratificante ser o atleta que revolucionou o MMA sergipano. Agora vou fazer história no 5º maior evento de MMA do mundo ao ser o primeiro a conquistar três cinturões.Estou voltando para dominar a categoria novamente. Vou para nocautear o Júlio, vai ser caos o tempo todo, terror e pânico”, afirma Willian Colorado.

“Podem esperar uma grande luta, se depender de mim, a melhor da noite. Treinei bastante como sempre faço, estou preparado para qualquer situação e podem ter certeza que eu vou dar um show. Espero que o Colorado esteja preparado também. A estratégia está traçada. Se eu terminar no primeiro round, melhor; mas se tiver que batalhar por cinco rounds, estou pronto”, disse, por sua vez, Júlio Pereira.

Além de Willian Colorado, a bandeira sergipana será representada por um verdadeiro exército de 10 lutadores: Anderson “Astro da Maldade”, Marcelo “Guará”, Fabrício “Alagoinhas” dos Santos, Kaique “King”, Nicolas Sávio, Robison “Tchunay”, Antônio Alves, Jairo “Teiú” Costa, e Salmy Silva e Emerson Assunção, que se enfrentam pela categoria peso-galo. Esses atletas contam com o apoio do Governo de Sergipe, por meio da Secretaria de Estado do Esporte e Lazer, que trouxe o evento para o estado e incentiva a modalidade.

“O clima está contagiante, as pessoas e as TVs falando do evento. Realmente é uma edição histórica e vai marcar uma revolução no MMA sergipano. Tenho certeza que daqui sairão talentos que irão representar não só o Sergipe, mas o Brasil mundo afora. Agradeço ao governador Fábio Mitidieri e à secretária de esportes Mariana Dantas por todo o apoio e por incentivar o esporte. Sem dúvida nenhuma, a partir desta desse Jungle, os atletas terão um reconhecimento gigante da população. Esse é o nosso trabalho”, declarou Wallid Ismail.

O secretário-executivo de Esporte e Lazer, o ex-jogador de futebol Washington “Coração Valente”, esteve presente na cerimônia de pesagem e comentou suas impressões, destacando as encaradas tensas entre os atletas.

“Esse primeiro encontro entre os atletas é tenso, é emocionante. Além do medo de não atingir o peso da categoria, eles têm esse primeiro contato com o lutador adversário, é emocionante. Já dá para sentir como será o clima dos confrontos de amanhã. Estamos muito animados com o evento e a expectativa é de casa lotada”, acredita o secretário.

Jungle Fight 118
Aracaju, Sergipe
Sábado, 29 de julho de 2023

66kg: Willian Colorado (65,7kg) x Júlio “Tyson” Pereira (65,7kg) – Cinturão
77kg: Anderson “Astro da Maldade” (76,8kg) x Júnior Melo (76,8kg)
61kg: Marcelo “Guará” (61,2kg) x Isaque da Silva (61,2kg)
66kg: José Newton Junior (65,5kg) x Isaí Ramos (66,8kg)
73kg*: Kleyton Alves (76kg) x Fabrício “Alagoinhas” dos Santos (71,9kg)
66kg: Fhabio “Mir” (64,2kg) x Ítalo Ribeiro (66kg)
77kg: Carlos H. “Kaique King” (77,5kg) x Danúbio “Terrorista” Vasconcelos (76kg)
66kg: Geovani “Braço” Barbosa (65,2kg) x Nícolas Sávio (65,9kg)
66kg: Robison “Tchunay” (66,1kg) x Henrique “Goku” da Silva (65,2kg)
61kg: Vinicius “Prodígio” (66,1kg) x Antonio “Tarquínio” Alves (66,1kg)
61kg: Salmy Silva (61,5kg) x Emerson Assunção (61,5kg)
61kg: Cássio Henrique “Tubarão” (60,7kg) x Jairo “Teiú” Costa (60,7kg)

*Peso combinado (Kleyton Alves entra na luta com -3 pontos por ter ficado 3kg acima do limite combinado).