De férias no Brasil, Cláudio Hannibal recupera energia para retomar sequência de vitórias no UFC

De férias no Brasil, Hannibal treina na academia do mestre Zé Radiola - Foto: Arquivo Pessoal

O peso meio-médio Cláudio Hannibal vinha embalado por cinco vitórias no UFC, mas, em sua última luta, em outubro deste ano, foi superado por James Krause por decisão unânime, amargando a sua primeira derrota na organização, a primeira desde 2007. Radicado em Londres, o lutador está de férias no Brasil com a família, mais precisamente em Recife, onde recupera as energias para retomar a sequência de triunfos em 2021.

De férias no Brasil, Hannibal treina na academia do mestre Zé Radiola – Foto: Arquivo Pessoal

“Pretendo lutar em fevereiro ou março. Já pedi nomes, mas nunca me atenderam. Quero lutar com os caras que estão no top 15. Eu vinha de cinco vitórias consecutivas, perdi a última, então, se antes já não me davam os nomes que eu pedia, imagine agora. Eu luto com quem aparecer”, disse Hannibal, que, apesar das férias, segue treinando firme na capital pernambucana na academia Zé Radiola Team.

Faixa-preta de Jiu-Jitsu, colecionador de revistas especializadas em lutas, lutador do UFC e empresário, Cláudio Hannibal, que não esconde o passado de envolvimento no crime, credita as artes marciais como força transformadora de sua vida. E, como mudou a sua, ele acredita que pode mudar a de muitas crianças. Aproveitando a passagem pelo Brasil, ele doou kimonos para projetos sociais que ensinam a arte suave aos mais humildes.

“Como o Jiu-Jitsu mudou a minha história e abriu as portas do mundo para mim, eu tenho certeza de que o Jiu-Jitsu transformará a vida dessas crianças. Mais do que campeões, essas crianças serão melhores cidadãos. É uma maneira da galera sair da rua, evitar o crime, conhecer novas culturas e novas pessoas, é isso que o esporte agrega na vida. Com certeza muda o modo de ver as coisas, não só na luta, mas em qualquer negócio”, afirmou.

Até agora, foram 40 kimonos doados. A ideia é aumentar esse número, já que a arrecadação não para. Além de projetos da ZR Team, no Recife, outro na região metropolitana do Rio de Janeiro também será beneficiado.

“Consegui levantar doações em Londres com meus amigos e nesta semana estou conseguindo entregar os kimonos. Primeiro foi aqui no Recife e, nesta quarta-feira, será no projeto social São Gonçalo, no Rio de Janeiro. A galera ainda está doando. Projeto doar ao todo de 100 a 200 kimonos.”