Europeu de Jiu-Jitsu 2023 da ISBJJA em Portugal atrai atletas de outros países

0
150
Jiu-jitsu brasileiro cada vez mais forte na Europa - Divulgação/ISBJJA

Davi Cavalcante, líder do Instituto de Artes Marciais em Madrid, na Espanha, e representante da equipe Sérgio Malibu (Rio de Janeiro), é mais um professor que está otimista em relação ao Europeu de Jiu-Jitsu da ISBJJA, marcado para os dias 21 e 22 de outubro, em Coimbra, Portugal. As inscrições, vale citar, já estão abertas (saiba mais).

“Quero lutar e vou entrar forte, apoiando a minha equipe. O que não falta é vontade”, declarou o experiente faixa-preta.

Jiu-jitsu brasileiro cada vez mais forte na Europa – Divulgação/ISBJJA

Ao chegar na Espanha, em 2005, o Jiu-Jitsu estava começando. No ano seguinte, Davi fundou sua equipe e começou a treinar e lutar campeonatos. No total, ganhou três medalhas no Europeu da IBJJF e agora pretende conquistar sua quarta medalha, mas no Europeu da ISBJJA, que será realizado em parceria com a CBJJD.

“O início não foi fácil, mas a efetividade do Jiu-Jitsu, especialmente em relação à defesa pessoal, superou qualquer dúvida que alguém pudesse ter sobre a capacidade da modalidade em se mostrar eficiente”, afirmou Davi, que completou:

“Minha expectativa para o Europeu da ISBJJA em Coimbra é muito grande. Achei interessante a localização em Portugal, onde o acesso é bem mais tranquilo do que outros países europeus”, concluiu.

Já Rogério Gavazza, presidente da CBJJD e vice da ISBJJA, destacou a procura de atletas de outros países. Assim como ele, Oscar Daniotti, presidente da ISBJJA e que mora na Espanha, também está bastante otimista para o evento.

“Além da excelente recepção que tivemos de todas as equipes de Portugal, estamos recebendo também apoio de equipes da Espanha, Itália, Alemanha e Holanda, o que aumenta a confiança para que o Europeu da ISBJJA abra as nossas portas no Velho Continente”, encerrou Gavazza.