Lutador de origem indígena, Ronaldo Tikuna desponta no MMA e sonha em inspirar

0
110
Ronaldo Tikuna é um talento do MMA brasileiro - Arquivo pessoal

Com 27 anos de idade, Ronaldo Tikuna emergiu como um notável lutador indígena de MMA. Originário do município de Maraã, no estado do Amazonas, sua jornada é um exemplo de perseverança e autodescoberta. Antes de ingressar nas artes marciais mistas, Ronaldo teve uma breve carreira como atleta de Futebol, mas foi em Manaus que encontrou sua verdadeira paixão.

Ronaldo Tikuna é um talento do MMA brasileiro – Arquivo pessoal

“Eu caçava, pescava, fazia a roça, ajudava a família. Então, certo dia, fui apresentado a uma academia, onde tudo começou na Manoel Fight. Ele acreditou em mim e sempre me incentivava. Eu ia para lá apenas duas vezes por semana só, mas sempre dava o meu máximo e chamei atenção”, compartilhou Ronaldo.

Depois de algumas semanas, a oportunidade de uma luta de MMA amadora surgiu. “Fiquei feliz, mas nervoso. Depois, percebi que isso representava quem eu sou. Hoje, a luta tem um significado profundo para mim”, disse o lutador da equipe Império, que reconheceu a importância do mestre Sinho em sua jornada.

“O mestre Sinho é como um pai para mim, alguém com uma sensibilidade única. Sempre estende a mão, algo que eu nunca havia visto antes na luta e valorizo imensamente”, expressou.

Segundo Ronaldo Tikuna, seu objetivo é aprender e compartilhar o conhecimento com os jovens de sua comunidade, para que possam se inspirar e crescer. Além disso, trilhar um caminho de sucesso no MMA.

Sobre seu apelido “Predador”, ele esclareceu: “Sou indígena, um atleta que veio para fazer a diferença em Manaus e no Brasil. O apelido ‘Predador’ se deve ao fato de ser um caçador, pescador e por isso predador. Eu nunca deixo nada para trás (caça), trago tudo comigo, assim como a onça preta, por exemplo”.

Sua jornada o levou a vitórias em eventos locais, incluindo o campeonato em Iamaturá e o título do Imperador, um grande evento no Alto Solimões. Posteriormente, seu mestre o incentivou a migrar para Manaus e competir em nível profissional. Ronaldo Tikuna se sagrou campeão do Star Combat, mas também enfrentou outros desafios, mostrando resiliência.

“Quero lutar nos melhores eventos (de MMA) daqui, depois do Brasil e, finalmente, do mundo. Gostaria de começar pelo Mr. Cage, conquistar o título lá e, assim, abrir mais portas para mim”, declarou Ronaldo, que soma cinco vitórias e duas derrotas no cartel.

Nessa jornada, o lutador valoriza as parcerias com a Amazon Import, equipe Império e seus mentores, mestre Sinho e mestre Frank. A trajetória de Ronaldo Tikuna, vale citar, é uma inspiração não apenas para os amantes do MMA, mas também para aqueles que buscam superar desafios, honrar suas raízes e realizar seus sonhos.