Ex-Bellator, Ilara Joanne comemora oportunidade de lutar em torneio da PFL

0
94
Ilara Joanne luta no próximo sábado - Divulgação

Ilara Joanne está de casa nova. Ex-lutadora do Bellator, a cearense foi contratada pela Professional Fighters League (PFL), que recentemente adquiriu o concorrente, mas até o momento manteve as atividades das organizações separadas. A atleta da Pitbull Brothers fará a sua estreia na PFL neste sábado (4) contra a compatriota Taila Santos, em evento que será realizado em San Antonio, no Texas. Ilara foi convocada de última hora para substituir Denise Kielholtz, mas terá uma grande oportunidade em participar do GP que vai pagar um milhão de dólares ao vencedor.

Ilara Joanne luta no próximo sábado – Divulgação

“Estou muito feliz pela oportunidade de fazer parte desse GP. Estou super animada. Com certeza é uma oportunidade inigualável e eu me sinto muito abençoada por isso. O convite veio em cima da hora, mas eu sempre me mantenho treinando, porque é o que eu sei fazer. Eu amo o que faço, então nunca paro. Já estou no Texas e esses últimos dias serão de ajustes e corte de peso”, contou a Arya Stark do MMA.

O combate verde e amarelo tem um peso similar para as duas lutadoras, que buscam redenção neste momento da carreira. Taila Santos, que possui 22 lutas no cartel, com 19 vitórias e três derrotas, vem de dois reveses no UFC. Já a lutadora cearense, que possui um cartel com 19 lutas, sendo 11 triunfos e oito derrotas, perdeu seus últimos dois duelos no Bellator.

“A Taila é uma excelente atleta e, com certeza, vamos fazer uma ótima luta. Ela também vem de duas derrotas, então nós duas estamos com sede de vitória. Acredito no meu potencial no jogo de chão, onde eu fico mais à vontade, mas tudo vai depender do desenrolar da luta. Como não tivemos tempo para estudar tanto, vou lutar com as minhas armas e não pensando na Taila. Não tenho dúvidas que essa luta será uma guerra, mas eu vou dar o meu melhor para que a vitória venha para mim e para a minha equipe Pitbull Brothers”, declarou.

Diferente do Bellator, a PFL adota o sistema de torneios, que no final de cada temporada premia o campeão com um cheque de um milhão de dólares. Ilara vê isso como um grande incentivo, mas garante que no momento o seu foco é apenas voltar a vencer no MMA.

“O prêmio realmente faz brilhar os olhos de qualquer atleta. É uma oportunidade real de mudar a minha vida e a da minha família também. Com certeza isso me motiva muito. Mas agora estou pensando apenas em fazer o meu trabalho e me divertir. Um passo de cada vez”, concluiu Ilara.