Geraldo ‘Luan Santana’ é o novo campeão meio-médio do LFA

0
314
Geraldo Luan Santana conquistou o cinturão - Divulgação/LFA Brasil

O LFA tem um novo campeão dos meio-médios: Geraldo “Luan Santana” Neto. O mineiro dominou completamente Magnus Conrado em todos os cinco rounds da luta principal da 166ª edição do evento, realizada neste sábado (2/09), em Cajamar-SP, foi declarado vencedor por decisão unânime e conquistou o cinturão da categoria.

Geraldo Luan Santana conquistou o cinturão – Divulgação/LFA Brasil

Foi a 18ª vitória de Geraldo “Luan Santana” em 24 lutas disputadas como profissional, a sexta de forma consecutiva. Com a conquista, o meio-médio de 32 anos dá passos largos rumo a um possível contrato com o UFC, tendo em vista que este é o destino da maioria dos campeões do LFA.

Pela divisão dos penas, José Delano se recuperou do revés sofrido para Gabriel “Mosquitinho” em sua última luta, em janeiro deste ano. O pernambucano dominou Fabrício Soares durante três rounds, foi declarado vencedor por decisão unânime e chegou à marca de 13 triunfos em 16 combates disputados.

A guerra da noite foi protagonizada por Samuel Silva e Rodrigo Lídio, que se entregaram durante todo o duelo, derramando sangue e suor. No final, melhor para Samuel, que triunfou por decisão dividida, chegando a 11 vitórias em 16 lutas. Já Lídio, amargou o quarto revés da carreira – ele possui 13 vitórias.

Outro destaque foi Cássio Barão, que precisou de 36 segundos para impor uma blitz e vencer Paulo Oliveira por nocaute técnico. Foi a oitava vitória de Barão, que ainda possui um empate no cartel, mas se mantém invicto. Ainda no card principal, Fernando “Ben 10” finalizou João Saldanha com um mata-leão no primeiro round.

Confira abaixo os resultados do evento:

LFA 166
Cajamar, São Paulo
2 de setembro de 2023

Geraldo Neto venceu Magnus Conrado por decisão unânime
José Delano venceu Fabrício Soares por decisão unânime
Fernando Lourenço finalizou João P. Saldanha com um mata-leão aos 2:04 do R1
Samuel Silva venceu Rodrigo Lídio por decisão unânime
Marciano Ferreira venceu Wellington Mourão por decisão unânime
Richard Martins nocauteou João Paulo Silva a 1:36 do R2
Cássio Barão venceu Paulo Oliveira por nocaute técnico aos 0:36 do R1
Vinicius Pires venceu Isaías Simões por decisão unânime
Yasmin Castanho venceu Ruth Ravena por decisão unânime
Icaro Brito nocauteou Junior Duarte aos 3:03 do R1
Nicoly Pedrosa venceu Raíssa Carvalho por decisão unânime
Beatriz Consuli venceu Talia Amanda por decisão unânime
Aleza Bertolso finalizou Irlaine Gasai com uma chave de joelho aos 2:13 do R2