Ilara Joanne comemora vitória no Bellator sobre terceira do ranking

0
154
Brasileira avança rumo à disputa de título (Foto: Bellator)

Atleta da Pitbull Brothers, Ilara Joanne deu mais um passo importante em direção ao cinturão da categoria peso-mosca do Bellator. A Arya Stark do MMA derrotou na última sexta-feira (9) pelo Bellator 289, que aconteceu em Connecticut, nos Estados Unidos, a terceira colocada da divisão, a holandesa Denise Kielholtz.

A vitória na decisão dividida sobre a campeã mundial de kickboxing foi a segunda consecutiva da cearense, que antes havia batido a quinta colocada do ranking Alejandra Lara. Com mais esse triunfo, Ilara acredita que está bem próxima de uma chance pelo título peso-mosca da organização.

Brasileira avança rumo à disputa de título (Foto: Bellator)

“Gostei bastante da minha atuação na luta. Foi uma batalha incrível! Eu enfrentei uma multicampeã mundial de kickboxing e minha atuação me levou a vitória. É claro que sempre temos muito a melhorar e eu irei trabalhar junto a minha equipe para corrigir os erros e voltar ainda melhor. Mas estou muito feliz com a vitória. Me sinto cada vez mais preparada física, mental e espiritualmente. Eu sei que com o meu esforço, a minha fé e todo o suporte da minha equipe, eu tenho condições de ser campeã. Ainda não falaram nada sobre uma possível disputa de título, porém eu tenho um bom pressentimento sobre isso e estarei pronta quando a oportunidade chegar”, disse Ilara.

Após a sua vitória, Ilara teve a chance de assistir a disputa de cinturão da sua categoria entre a campeã Liz Carmouche e a desafiante Juliana Velasquez. Carmouche, que já havia batido a brasileira em abril para conquistar o título, finalizou Velasquez no segundo round e manteve o cinturão. Ilara enalteceu a veterana lutadora americana, mas acredita que tem as ferramentas necessárias para derrotá-la caso receba a chance pelo título.

“Com certeza seria um grande duelo. Ela é uma das pioneiras do MMA feminino e tem uma grande história no esporte. Mas, caso eu receba essa chance de disputar o título, eu estarei preparada para vencê-la. Tenho as ferramentas necessárias para isso e vou aperfeiçoá-las e direcionar para essa possível disputa. Eu sei que mais cedo ou mais tarde, essa luta acontecerá”, concluiu a lutadora de 28 anos.