Makhachev finaliza Charles do Bronx e conquista cinturão dos leves no UFC 280; veja a análise no DEPOIS DO GONGO

0
229

Neste sábado, Abu Dhabi recebeu um dos eventos mais aguardados do ano. No UFC 280, Islam Makhachev finalizou Charles do Bronx com katagatame no 2º round e conquistou o cinturão dos leves na aguardada luta principal. Aljamain Sterling manteve o cinturão vencendo TJ Dillashaw, e os outros dois brasileiros do card, Caio Borralho e Karol Rosa, também venceram seus confrontos.

Conan Silveira foi o convidado do DEPOIS DO GONGO assim que terminou o evento. Confira as análises dos principais destaques:

https://youtu.be/dJTVzzmnve8

Charles do Bronx é finalizado e perde chance de recuperar cinturão

Após rápida trocação, lutadores se agarraram e a luta acabou no chão, com Charles por baixo. Por mais da metade do round, Islam ficou por cima, batendo e pontuando, fazendo seu jogo. No 2º round, Makhachev respondia as ofensivas de Charles sempre com forte cruzado, e um desses golpes atingiu o queixo do brasileiro, que caiu. O russo foi para cima e encaixou um katagatame, finalizando o maior finalizador da história do UFC e se tornando campeão dos leves.

“Eu disse que ia finalizar, e acabei finalizando, graças a Alah! Quero dedicar esse cinturão ao meu treinador, Khabib Nurmagomedov, que há anos me disse que eu seria campeão. Obrigado, Khabib!”, disse Makhachev, que desafiou o campeão Alexander Volkanovski ainda no octógono.

“Tem dias que não são seus, esse foi um deles. Mas prometo voltar para buscar o cinturão. Dana, sempre aceitei luta em qualquer lugar do mundo, me dê a chance de lutar pelo cinturão de novo”, pediu o ex-campeão dos leves.

Campeão Makhachev carregado por Khabib (Foto: UFC)

TJ Dillashaw se lesiona, Aljamain Sterling não perdoa e se mantém campeão dos galos

Sterling começou a luta indo para cima de Dillashaw, e conseguiu logo a queda. TJ pareceu sentir dor ao cair no chão, lesionando o ombro (confirmado pelo lutador após a luta). Sterling começou uma pressão absurda com ground and pound e tentativas de finalização, e o americano precisou mostrar raça para sobreviver no round. Porém, o campeão voltou com a mesma pressão, montou nas costas de TJ e bateu a interrupção do árbitro.

Sean O’Malley vence Petr Yan por decisão dividida e se aproxima de disputa de cinturão

Nos dois primeiros rounds, o panorama foi Petr Yan fazendo seu jogo: usava a trocação para se aproximar e buscar as quedas, dominando Sean O’Malley por cima. No terceiro round, Yan só teve o domínio ameaçado na trocação, especialmente quando sofreu um corte na testa após golpe do americano e pareceu sentir. Logo o russo buscou a queda e continuou seu domínio, vencendo por decisão unânime. No final, decisão dividida em favor de Sean, surpreendendo muitos na arena.

Caio Borralho vence Muradov, mas se decepciona com desempenho

Caio Borralho usou as quedas para dominar Makhmud Muradov por baixo, e ameaçando com guilhotina. O atleta do Uzbequistão escapava da finalização, mas acabava dando a montada para o brasileiro, que aproveitava para amassar. Esse foi o panorama dos três rounds, em luta não muito empolgante, como reconheceu Borralho

“Não rendi nem 40% do que rendo nos treinos. Mas consegui vencer e prometo vir melhor na próxima luta”, disse Caio ao Combate após a luta.

Karol Rosa perde ponto, mas vence luta apertada na abertura do card

Karol Rosa e Lina Lansberg começaram se estudando, até que a sueca colocou uma mão e levou Rosa a knockdown. A brasileira se recuperou, quedou e pontuou por cima. No segundo round, Karol manteve a estratégia de quedar e ficar por cima, mas perdeu um ponto por acertar joelhada ilegal na adversária.

Sabendo que teria que fazer muito para superar na pontuação, a brasileira quedou novamente e pontuou. No terceiro round, escolheu a luta em pé e conseguiu convencer os jurados, vencendo os três rounds (29-27, 29-27 e 28-28).

“Achei que tivesse perdido porque perdi ponto, mesmo tendo dado a vida para vencer. Fiquei feliz por ter vencido e por abrir o card com chave de ouro”, disse Karol ao Combate após a luta.

UFC 280
Sábado, 22 de outubro de 2022
Abu Dhabi, Emirados Árabes Unidos (EAU)

CARD PRINCIPAL:
Islam Makhachev finalizou Charles do Bronx com katagatame aos 3:16min do 2º round
Aljamain Sterling venceu TJ Dillashaw por nocaute técnico aos 3:44min do 2º round
Sean O’Malley venceu Petr Yan por decisão dividida
Beneil Dariush venceu Mateusz Gamrot por decisão unânime
Manon Fiorot venceu Katlyn Chookagian por decisão unânime

CARD PRELIMINAR:
Belal Muhammad venceu Sean Brady por nocaute técnico aos 4:47min do 2º round
Caio Borralho venceu Makhmud Muradov por decisão unânime (30-27, 30-27 e 29-28)
Nikita Krylov venceu Volkan Oezdemir por decisão unânime
Abubakar Nurmagomedov venceu Gadzhi Omargadzhiev por decisão unânime
Armen Petrosyan venceu AJ Dobson por decisão unânime
Muhammad Mokaev finalizou Malcolm Gordon com chave de braço aos 4:26min do 3º round
Karol Rosa venceu Lina Lansberg por decisão majoritária (29-27, 29-27, 28-28)