Mundial feminino de boxe: quatro brasileiras estão a uma luta do pódio

0
176
Bia Ferreira está a uma luta do pódio - IBA

A seleção brasileira de boxe classificou quatro atletas para as quartas de final do Mundial feminino da modalidade, que acontece em Nova Deli, na Índia. Nesta terça-feira, Beatriz Ferreira (60kg), Jucielen Romeu (57kg) e Beatriz Soares (66kg) emplacaram vitórias com autoridade e avançaram no evento, ficando a uma luta do pódio. Elas se juntam a Bárbara Santos, que se classificou na última segunda.

Viviane Pereira (75kg), Tatiana Chagas (54kg) e Caroline de Almeida (50kg) foram eliminadas.

Bia Ferreira está a uma luta do pódio – IBA

Líder do ranking mundial da categoria até 60kg, Beatriz Ferreira foi muito superior em sua estreia no Mundial. Enfrentando a australiana Danielle Scanlon, a brasileira teve domínio do combate desde o primeiro round e venceu as as parciais com ampla vantagem, conseguindo a vitória por decisão unânime. No segundo round, quatro dos cinco árbitros deram pontuação de 10-8 para ela, o que mostra seu poderio dentro do ringue.

Dessa forma, a vice-campeã olímpica avançou às quartas de final do Mundial, onde enfrentará a japonesa Ayaka Taguchi. O duelo acontecerá já nesta quarta-feira (22), em horário ainda indefinido. Em caso de classificação para a semifinal, a baiana garantirá um lugar no pódio, já que não há disputa de terceiro lugar no boxe. Vale lembrar que Bia já medalhou na competição duas vezes: ouro em 2019 e prata em 2022.

Jucielen e Bia Soares vencem a segunda

Outra que avançou às quartas de final foi Jucielen Romeu (57kg), que superou a japonesa Satusuki Yoshizawa por decisão unânime. A luta começou equilibrada e o primeiro round teve vitória dividida da brasileira. A partir da segunda parcial, no entanto, o dominío foi total de Juci. Ela impôs um forte ritmo, emplacou ótimas sequências de golpes e foi a vencedora dos dois rounds finais, em 5:0, com direito a pontuações de 10-8.

Agora, Jucielen enfrentará a italiana Irma Testa, líder do ranking mundial e atual vice-campeã da competição. A luta também acontecerá nesta quarta-feira (22). Juci, que tem 33 anos, parou nas quartas no Mundial do ano passado e busca sua primeira medalha na competição. Ela também disputou os Jogos Olímpicos de Tóquio-2020, onde parou nas oitavas de final.

Beatriz Soares (66kg) também passou por uma australiana em sua segunda luta no Mundial, Marissa Williamson. Ela saiu derrotada no primeiro round, com quatro árbitros dando a vantagem para a adversária, mas conseguiu igualar a situação na parcial seguinte. No último round, a brasileira emplacou um forte ritmo e venceu por unanimidade. Em busca de seu primeiro pódio no Mundial, ela enfrentará a tailandesa Janjaem Suwannapheng nas quartas de final.

Outra que entrou em ação no dia foi Caroline “Naka” Almeida (50kg), medalhista de bronze no último Mundial. Ela perdeu para a tailandesa Chuthamat Raksat por decisão unânime e foi eliminada nas oitavas de final. A brasileira começou bem a luta, mas o primeiro round teve vitória dividida para a adversária. A segunda parcial teve maior destaque de Raksat, que também levou o triunfo na visão de quatro árbitros. Carol chegou no último round ainda com chances de vencer a luta, mas a tailandesa venceu por unanimidade e avançou.

Bárbara Santos lutou na segunda-feira. Ela encarou a sérvia Nikolina Gajic pelas oitavas de final da categoria até 70kg. A luta foi equilibrada, com ambas atletas tendo bons momentos ao longo do combate. Mas no final, Bárbara venceu por 4 a 1 e avançou para as quartas de final. Na próxima fase, ela enfrenta Madina Nurshayeva, do Cazaquistão.

Lutas desta quarta-feira:

Jucielen Romeu x Irma Testa (ITA) – 57kg
Beatriz Ferreira x Ayaka Taguchi (JPN) – 60kg
Beatriz Soares x Janjaem Suwannapheng (THA) – 66kg
Barbara Santos x Madina Nurshayeva (KAZ) – 70kg