No mês em que completa 20 anos, Jungle Fight retorna ao Espírito Santo para sua 120ª edição

0
97
Secretário José Carlos Nunes, Vitor Costa, governador Casagrande, Wallid Ismail, Erick Silva e Rimaldo de Sá durante reunião no Palácio Anchieta - Leonardo Fabri

Celebrando os recordes de audiência na TV Globo, o Jungle Fight vai desembarcar no Espírito Santo no dia 30 de setembro, mês em que completa 20 anos de sua histórica primeira edição. Wallid Ismail esteve no gabinete do governador capixaba Renato Casagrande na tarde desta quinta-feira (10/08), ao lado do secretário de esportes José Carlos Nunes e do ex-campeão e ex-UFC Erick Silva, para selar o retorno do maior evento de MMA da América Latina ao estado.

Secretário José Carlos Nunes, Vitor Costa, governador Casagrande, Wallid Ismail, Erick Silva e Rimaldo de Sá durante reunião no Palácio Anchieta – Leonardo Fabri

“O Espírito Santo já está voando no esporte em geral, agora vamos voltar a voar também no MMA. É uma alegria receber o Wallid, o Nunes, o Erick e o Vitor, que é o capixaba que vai lutar no dia 30 de setembro. Com certeza será uma grande apresentação e trará uma visibilidade enorme. O MMA voltou para o Espírito Santo”, destacou o governador Casagrande.

O palco do Jungle Fight 120 será o ginásio poliesportivo Presidente João Goulart, popularmente conhecido como Tartarugão, em Vila Velha. Esta será a terceira vez do evento na cidade. Sete dos atletas que se apresentaram nas duas anteriores, em 2010 e 2011, chegaram ao UFC, incluindo os capixabas Erick Silva, Marcelo Guimarães e Rodrigo Damm. Os outros foram Francisco Massaranduba, Renan Barão, Renato Moicano e Ednaldo Lula.

“Fizemos grandes eventos no Espírito Santo, e com o apoio do governador Casagrande e do secretário José Carlos Nunes, que são pessoas que sempre amaram o MMA, vamos voltar a fomentar as o MMA no estado. O Brasil é a terra da luta, e homens públicos que investem no esporte como ferramenta de inclusão social, como o governador Casagrande, é o que a gente precisa”, enfatizou Wallid. “Lutadores capixabas, treinem, porque a oportunidade imparcial voltou gigante para o Espírito Santo. No último evento que fizemos aqui, cinco lutadores foram para o UFC. Então treinem, estejam preparados”, avisou o presidente do Jungle Fight.

Escalado para defender a bandeira do Espírito Santo na luta principal da edição que marca o retorno da organização ao estado, o capixaba Vitor Costa, da cidade de Conceição da Barra, também esteve no gabinete do governador desta tarde. Guerreiro dentro e fora do cage, o lutador superou uma depressão e tentativas de suicídio para se tornar uma das promessas dos pesos médios no Brasil.

“O esporte me salvou. Se não fosse o MMA, o esporte, a oportunidade que meu mestre me deu, eu não estaria aqui agora. Tenho um amor por esse esporte e em setembro eu vou poder realizar parte do meu sonho, que é ser campeão do maior evento de MMA da América Latina, e na minha terra. Conto com a torcida de todos os capixabas. Vai ser uma guerra”, projetou Vitor, que vai disputar o cinturão de sua categoria contra o mineiro Rafael Cabeça.

Antes de retornar ao Espírito Santo, o Jungle Fight promove a sua 119ª edição, no dia 26 de agosto, na capital de São Paulo. Os destaques são as disputas do cinturão dos meio-médios, entre Arcângelo Anjo e Vanderlei Soul Glow, e dos pesos-palhas feminino, entre Faelly Vitória e Karina Caetano.