Inicio Blog

Dórea analisa Anderson x Logan Paul e sugere luta dos sonhos entre Spider e Mayweather

Em participação no CONEXÃO PVT, Luiz Dórea revelou que a luta de Boxe entre Anderson Silva e Logan Paul realmente deve acontecer. O treinador ainda afirmou que, caso o duelo seja valendo pelas regras tradicionais, o youtuber deve terminar nocauteado. Vale lembrar que a sua luta contra Floyd Mayweather foi limitada às regras de exibição. 

Por falar em Mayweather, Luiz Dórea disse que este seria o adversário dos seus sonhos para uma superluta contra Anderson Silva. O formador de campeões no Boxe também revelou que viaja nesta quinta-feira junto com Robson Conceição para Los Angeles para dar início ao camp da disputa do cinturão super-pena na academia do ex-campeão do UFC.

O líder da tradicional academia Champion também analisou o confronto entre Vitor Belfort x Oscar De La Hoya, descartou uma revanche entre o “Fenômeno” e Anderson Silva nas regras Boxe e projetou que a seleção brasileira de Boxe deve conquistar, no mínimo, três medalhas nas Olimpíadas de Tóquio.

Fábio Pateta revela que descida de Garbrandt para os moscas impediu ida de Deiveson para a Alpha Male

Um dos líderes da Team Alpha Male, o brasileiro Fábio Pateta é o personagem desta edição do CONEXÃO PVT. Além de falar sobre a vitória de Raulian Paiva no UFC do último final de semana, o faixa-preta formado por Ricardo Libório e Bebeo Duarte na Carlson Gracie relembrou do início da parceria com Urijah Faber, entrou em detalhes como a relação entre a equipe e o antigo atleta T.J. Dillashaw, e explicou que, devido à descida de Cody Garbrandt para os pesos-moscas, Deiveson Figueiredo não poderá integrar o time.

Mano Santana destaca perigos de A.J. McKee, mas dá 80% de favoritismo para Patrício Pitbull

Há cinco anos à frente dos treinos de movimentação e distância de Patrício Pitbull, o karateca Mano Santana admitiu que A.J. McKee traz riscos maiores ao reinado do brasileiro do que seus últimos adversários. Para o carateca, tecnicamente, Pitbull é melhor que o desafiante; porém, por ser oito anos mais novo e estar lutando no “quintal de casa”, o americano pode equilibrar o confronto no próximo sábado. 

Dos chãos da fábrica à consagração na reabertura do templo do Pride: Roberto Satoshi relembra sua trajetória

Campeão peso leve do Rizin FF, Roberto Satoshi contou sua trajetória no CONEXÃO PVT desta terça-feira. Radicado no Japão, o paulista falou da emoção de conquistar o cinturão do evento japonês na reabertura do icônico Tokyo Dome para as lutas, 18 anos depois do Pride que consagrou Rodrigo Minotauro e Wanderlei Silva em 2003. 

O líder da academia Bonsai Jiu-Jitsu ao lado dos irmãos também relembrou sua batalha trabalhando em fábricas no Japão antes de se tornar referência no ensino da arte suave no país, destacou a importância do pai, Adilson de Souza.

Roberto Satoshi também relembrou os confrontos com o atual campeão peso leve do UFC, Charles Do Bronx’s, no Jiu-Jitsu e do empate contra Gordon Ryan no Quintet, evento de luta agarrada promovido pela lenda Kazushi Sakuraba. 

Patricky Pitbull dá detalhes dos bastidores de Patrício x A.J. McKee

Patricky Pitbull bateu um papo no CONEXÃO PVT na noite dessa segunda-feira diretamente de Inglewood, na Califórnia, onde no próximo sábado seu irmão Patrício defende o cinturão peso-pena do Bellator na final do GP de 1 milhão de dólares contra A.J. McKee. O peso leve falou do encontro entre os protagonistas durante o treino aberto, lembrou que o evento acontece no bairro em que o americano cresceu e que isso coloca sobre ele uma enorme pressão. Além disso, afirmou que McKee mostrou-se bastante nervoso quando esteve à frente de Patrício. 

Belfort e De La Hoya fazem primeira encarada e prometem combate histórico em setembro

De La Hoya e Belfort na primeira encarada entre eles - Foto: Divulgação
Nada de exibição. Vai ser pra valer. Esse foi o lema reforçado da primeira coletiva de divulgação do desafio de boxe entre Vitor Belfort e Oscar De La Hoya, que se enfrentarão dia 11 de setembro, no evento Triller Fight Club, que acontecerá no Staples Center, em Los Angeles, com transmissão global da plataforma multimídia FITE TV.
De La Hoya e Belfort na primeira encarada entre eles – Foto: Divulgação

O respeito de ambas as partes foi vigente durante todo evento. Aos 44 anos e há três sem lutar, Belfort havia aceitado um combate contra o Youtuber norte-americano Mike Holston, conhecido como ‘The Real Tarzan’ para junho, mas a organização reviu os planos e preferiu ‘casar’ o brasileiro contra um adversário renomado.

“De La Hoya é um dos melhores boxeadores de todos os tempos. Também tenho experiência de sobra. Então toda vez que subimos ao ringue colocamos nosso legado em jogo. Não é coisa simples. Vamos fazer um combate histórico”, afirmou o brasileiro.

Campeão olímpico em 1992 e dono de diversos títulos mundiais, De La Hoya não sobe ao ringue desde 2008. Aos 48 anos, o mexicano disse estar em grande forma física, mas que precisará de inteligência para se adaptar ao estilo do adversário.

“Sempre gostei de desafios. Já lutei contra os melhores, de Pacquiao a Mayweather. Vou enfrentar um ex-campeão meio-pesado do UFC. O fato de que ele (Belfort) tem um dos melhores índices de nocautes da história do MMA é algo a que requer atenção. Preciso me ajustar a isso. Tenho apenas sete semanas de preparo. Mas isso me motiva em dobro”, disse.

“Respeito o Vitor, mas vamos resolver isso pra valer. Pode soar estranho, mas sinto falta até de levar golpes. É hora de voltar”, completou.

Sobre despontar como favorito para o combate nas bolsas de apostas, Belfort foi enfático.

“O problema do mundo hoje em dia é levar isso muito em conta. Não quero viver em função do que os outros acham ou pensam. Crio minhas chances e minhas oportunidades todos os dias. O sucesso está nas pequenas coisas, e isso está cravado no meu subconsciente. Vou lutar com o melhor de todos os tempos. A opinião dos outros nesse sentido é irrelevante”.

Novo recorde?

Belfort x De La Hoya será o segundo evento que a Triller Fight Club promoverá no Staples Center. O primeiro foi Mike Tyson x Roy Jones Jr., em novembro de 2020. O combate rendeu a maior fatura de pay-per-view do ano para o boxe, com US$1.6 milhões.

PAPO DE LUTA #13: Prognóstico de Patrício Pitbull x A.J. McKee e o sonho do Jiu-Jitsu nas Olimpíadas

Está no ar o PAPO DE LUTA 13. Nesta edição, Carlão Barreto e Marcelo Alonso comentam as vitórias de Raulian Paiva e TJ Dillashaw no UFC do último sábado, a guerra no Boxe sem luvas entre Rachel Ostovich e Paige Vanzant e analisaram o que pode acontecer na aguardada final do GP milionário do Bellator, entre Patrício Pitbull e A.J. McKee. 

O sonho distante de ter o Jiu-Jitsu nas Olimpíadas, e assim aumentar o número de medalhas do Brasil, também foi discutido. O que falta para a arte suave se tornar olímpica? Carlão e Alonso também falaram da medalha de bronze conquistada por Daniel Cargnin. Anderson Silva x Logan Paul; e Vitor Belfort x Oscar de la Hoya também foram assunto.

Raulian Paiva projeta disputa de cinturão daqui a um ano e meio e revela imbróglio com Deiveson Figueiredo

Em alta no UFC após a vitória sobre Kyler Phillips no último final de semana, Raulian Paiva é o convidado desta edição do CONEXÃO PVT. O amapaense de Santana falou sobre a guerra que rendeu o bônus de melhor luta da noite do evento desse sábado, disse que vai seguir na divisão dos galos, revelou que gostaria de enfrentar Raphael Assunção ou Marlon Vera na próxima luta, projetou disputar o cinturão daqui a um ano e meio aproximadamente e revelou um imbróglio com o ex-campeão peso-mosca Deiveson Figueiredo.

BAÚ DO PVT: Minotouro, Zulu e irmãos Jaoude nos bastidores da Vila do Pan em 2007

Nesta semana de início dos Jogos Olímpicos, em Tóquio, o PVT relembra uma visita feita por Marcelo Alonso na Vila do Pan-Americano de 2007, realizado no Rio de Janeiro. Negado a jornalistas, nosso editor conseguiu a credencial de acesso graças a Rogério Minotouro, que o colocou como parente. Naqueles jogos, Minotouro representou a seleção brasileira no Boxe e conquistou a medalha de bronze. Após duas vitórias tranquilas nas primeiras lutas, ele acabou parado pelo cubano Robert Alfonso, que viria a ser medalha de ouro. No vídeo acima, Alonso mostra os bastidores da vila e o registro do encontro de Marcelo Zulu, Antoine e Adrian Jaoude, que representaram o Brasil na Luta Olímpica.

Ebenezer Braga recorda momentos mais marcantes da carreira e batalhas contra as pedreiras de sua geração

Lenda do Vale Tudo, Ebenezer Fontes Braga foi o convidado do RESENHA PVT desta edição. Com uma trajetória riquíssima no Muay Thai, Luta-Livre, Vale Tudo e MMA, o niteroiense atuou nos maiores palcos dos esportes de combate, como Pride, UFC, Pancrase e K1; no Brasil, IVC e Jungle Fight. Precursor do movimento Atletas de Cristo, Ebenezer recordou cada momento vivido nos ringues e dojos, incluindo as fantásticas batalhas contra nomes como Rei Zulu, Kevin Randleman, Gary Goodridge, Dan Severn, Jeremy Horn, Kazushi Sakuraba, e Fabrício Werdum.

Siga o PVT

55,000FansCurtir
51,000SeguidoresSeguir
120,000InscritosSe inscrever

Instagram