Nova vitrine para atletas brasileiros, Forze FC estreia no dia 28 deste mês

Mesmo em meio a uma pandemia, o MMA brasileiro ganhou mais um evento para servir de vitrine para nossos talentos. Idealizado pelo empresário Stefano Sartori, o Forze FC estreia no dia 28 de novembro, em Curitiba, com 12 lutas profissionais. Empolgado para mais um projeto no meio das lutas, Sartori, que também é CEO do Imortal FC, destacou a finalidade da nova organização.

“O Forze FC foi criado e desenvolvido para ser um grande evento e servir de plataforma para descobrir e desenvolver novos talentos, assim como apresentar lutas de alta qualidade para o público do MMA. Os eventos serão transmitidos ao vivo em nossas redes e a geração de conteúdo para as nossas plataformas será ponto chave da nossa estratégia para nosso crescimento”, explicou.

A impossibilidade de se promover aglomerações devido à pandemia do coronavírus não é um obstáculo para o Forze, que surge com a ideia de se explorar o meio digital. Todas as lutas serão transmitidas ao vivo e em alta qualidade de imagem pelo canal do evento no Youtube.

“Vamos fazer uma excelente transmissão e a galera vai poder curtir as lutas em segurança. Esperamos passar por este momento difícil e voltar em 2021 ao nosso melhor estilo: lotando os ginásios e sentindo aquela energia que só um ginásio de MMA lotado consegue proporcionar”, projetou o empresário.

Das 12 lutas programadas, quatro já foram anunciadas oficialmente. Na principal, a invicta Quezia Zbonik enfrenta Josiane Nunes pela divisão dos galos. Enquanto Zbonik venceu todas as quatro lutas que disputou, Nunes saiu vitoriosa em seis – todas por nocaute – das sete que entrou no cage.

“A Quezia chega para fazer a luta mais dura da sua carreira, sua primeira luta principal. Ela é uma striker, tem a mão dura, mas também tem o chão afiado e faz parte do time do Monstro, no qual ela treina com Jennifer Maia, John Allan e vários atletas muito bons. Já a Josi Nunes tem seis vitórias e a sua única derrota foi contra a Taila, atleta do UFC. Ela é uma striker e tem as mãos muito pesadas, lapidadas pelo Waslov na Strikers House. Não tenho dúvidas que vai ser uma guerra e não vai durar os três rounds”, projeta Sartori.

Card provisório

Forze FC 1 – Zbonik vs Nunes 

61kg – Quezia Zbonik x Josiane Nunes
77kg – Marcos Pirata x Rafael Sadan
70kg – Bruno Padilha x Serginho Barbosa
66kg – Everton Toniazzo x Rodrigo Vieira