Por trás do LFA no Brasil, Rafael Feijão celebra nova fase como promotor de eventos

0
164
Rafael Feijão lidera a produção do LFA no Brasil (Foto: Divulgação/LFA)
Rafael Feijão lidera a produção do LFA no Brasil (Foto: Divulgação/LFA)

O LFA retorna ao Brasil para a sua 126ª edição, agendada para o dia 11 de março, no Complexo Ribalta, na Barra da Tijuca. Sob os holofotes da companhia que mais catapulta lutadores para UFC e Bellator, grandes promessas brasileiras, como Jonas Bilharinho e Rafael “Coxinha”, que duelam pelo cinturão dos penas na luta principal; e Quemuel Ottoni e Gabriel “Marretinha”, postulantes ao título dos meio-médios.

Nos bastidores, a produção do evento no Brasil vem sendo liderada por um nome conhecido dos fãs de MMA: Rafael Feijão, ex-campeão do Strikeforce e com passagem pelo UFC. Aos 41 anos de idade e oficialmente aposentado dos cages, o veterano aceitou a missão dada por Ed Soares, CEO do LFA, para organizar os shows da companhia no Brasil, a começar por este de número 126.

“O Ed e eu temos uma parceria de longa data. Além dele ter sido meu empresário, nós somos muito amigos, estamos sempre nos ajudando, por isso ele sugeriu que eu abraçasse esse projeto de produzir o LFA no Brasil. Como eu conheço muita gente, já montei um grupo bastante competente para fazer um evento de alto nível e não estamos poupando esforços para isso”, explicou Feijão.

“O mais difícil nessa função de promotor é completar o checklist; sair na mão é mais fácil (risos). Mas estamos muito entusiasmados, a resposta está sendo muito positiva tanto dos empresários e patrocinadores que abraçaram o projeto junto com a gente quanto da mídia e, principalmente, dos fãs. Isso nos motiva muito. Ver o projeto ser construído e as peças sendo montadas é uma realização”, completa. 

O card está recheado de lutas que prometem movimentar o cenário, não só nacional, como também mundial, já que muitos dos atletas escalados podem estar a uma vitória de assinar com eventos como UFC, Bellator e PFL. De acordo com o promotor, a ideia é manter o DNA da companhia de ser uma liga desenvolvedora de atletas. Vale destacar que, até o ano passado, 40% dos atletas que lutaram no LFA assinaram com o UFC.

“A ideia do LFA é colocar os melhores contra os melhores, para dar oportunidade aqueles que realmente estão preparados. Nós queremos revelar talentos, descobrir novos ídolos brasileiros, por isso em todos os nossos cards aqui no Brasil nós vamos colocar os mais duros, os mais promissores, até porque, se ganhar, pode ir direto para o UFC, o Bellator ou o PFL”, afirmou Rafael Feijão.

Os ingressos para assistir ao LFA 126 já estão à venda no link https://vamoapp.com/events/11257/lfa-126. O evento será transmitido ao vivo no SporTV 3 e no Canal Combate. Confira abaixo o card completo da edição:

LFA 126

Complexo Ribalta, Rio de Janeiro-RJ

Sexta-feira, 11 de março de 2022

Peso-pena: Jonas Bilharinho x Rafael Coxinha

Peso-meio-médio: Gabriel Marretinha x Quemuel Ottoni

Peso-leve: Ismael Bonfim x Andrey Augusto

Peso-pesado: André Vieira x Eduardo Neves

Peso-meio-pesado: Rodolfo Bellato x Thiago Vieira

Peso-mosca: Inaildo Santos x Mateus Brauns

Peso-pena: Gabriel Braga x José Delano