Presidente do Fight Music Show revela conversas por Popó vs Naldo ou Bambam

0
558
Naldo e Popó vêm trocando farpas na internet - Reprodução

O Fight Music Show chegou realmente para movimentar o cenário brasileiro do mundo das lutas. Depois do sucesso dos dois primeiros eventos, que contaram com a presença – dentro e fora do ringue – de grandes estrelas do esporte e do entretenimento do Brasil, Mamá Brito, CEO do ‘FMS’, promete manter o nível na terceira edição e encontrar novas formas de fomentar o boxe e o MMA nacional. O dirigente, inclusive, está de olho em uma “treta” recente envolvendo Acelino Popó Freitas, Kleber Bambam e Naldo Benny.

Naldo e Popó vêm trocando farpas na internet – Reprodução

Protagonista nas duas primeiras edições do Fight Music Show, Popó pode pintar também no card do ‘FMS 3’, que deve acontecer ainda neste ano. O tetracampeão mundial de boxe vem trocando farpas públicas com o vencedor do ‘BBB 1’ e fisiculturista, Kléber Bambam, e com o cantor Naldo Benny, amante dos esportes de combate, que tem treinado boxe sob a batuta do ex-lutador Rogério Minotouro.

E o adversário do tetracampeão mundial de boxe dependerá de dois fatores fundamentais. De acordo com Mamá Brito, os artistas candidatos a desafiar o ex-pugilista no FMS 3 precisarão comprovar que possuem capacidade mínima de se defender dentro do ringue e ganhar a preferência do próprio público, que terá papel preponderante na escolha do dirigente.

“O que mais tenho recebido nos últimos dias são as tretas do Popó com o Naldo e o Bambam. Por que não realizar? É só os artistas entenderem como funciona o formato do nosso evento e saber se eles estão treinando e capacitados para realizarem uma boa apresentação, porque nós não podemos chamar um artista que não esteja pronto para fazer uma boa luta. Preciso saber se realmente ele está capacitado, inclusive para que ele não se lesione. Mas estamos conversando. Por que não? A audiência é quem vai escolher, se eles querem o Naldo ou o Bambam”, explicou Mamá Brito.

Além de manter a realização de grandes shows, que devem manter a frequência de um a dois eventos anuais, Mamá Brito também possui planos para expandir a área da atuação do ‘FMS’ e, ao mesmo tempo, dar mais oportunidades a novos talentos do boxe do MMA. Para isso, o CEO do Fight Music Show, lançará em breve o ‘FMS Fight Night’, que, assim como no UFC, será uma espécie de versão ‘pocket’ dos grandes eventos da companhia.

“O planejamento é fazer um ou dois grandes eventos por ano. Sendo um grande evento no segundo semestre e até lá nós vamos fazer uma categoria de acesso, que vamos chamar de FMS Fight Night. Ele será realizado uma vez por mês ou a cada dois meses, ainda estamos decidindo o melhor formato. Porém, já estamos fechando as datas e os locais dos eventos”, revelou Mamá Brito, antes de dar mais detalhes sobre o novo projeto.

“O FMS Fight Night vai ter uma estrutura menor, porém com o mesmo cage e ring, em uma arena menor, com cerca de 10 lutas e todo evento vai sair uma pessoa que vai disputar a edição principal do Fight Music Show”, explicou.

A ideia de diversificar as áreas de atuação da marca Fight Music Show não é nova para Mamá Brito. O dirigente, assim como o presidente do UFC Dana White, também tem apostado nas competições de ‘tapa na cara’ com o Face Slap Fight, que já teve duas edições e atraiu a atenção de muitos fãs para a nova modalidade.