Programa internacional desembarca no Brasil para ajudar jovens através do boxe

0
224
Projeto aplica a filosofia do boxe para melhorar a transição dos jovens à fase adulta da vida - Gabriel Gazos/@gz.gazos

A cidade do Rio de Janeiro foi o destino escolhido no Brasil pela organização filantrópica londrina BoxWise para implementar o programa de treinamento que tem como objetivo, através das técnicas e filosofia do boxe, ajudar jovens em situação de vulnerabilidade a fazerem uma transição bem sucedida para a vida adulta. Ministrado por treinadores credenciados, o programa tem duração de 10 semanas.

Projeto aplica a filosofia do boxe para melhorar a transição dos jovens à fase adulta da vida – Gabriel Gazos/@gz.gazos

No Brasil, o foco está sendo crianças, adolescentes, mulheres e portadores de necessidades especiais. O centro de treinamento na cidade é a tradicional academia Delfim, localizada na Tijuca, bairro da zona norte. A equipe também visitou a icônica Nobre Arte, da lenda do boxe carioca Claudinho Coelho, no Cantagalo, e o Cristo Redentor.

“O esporte colabora para a manutenção da saúde e tende a favorecer a alimentação saudável, além de incluir valores que ajudam os jovens, independentemente do gênero ou se portam alguma deficiência ou não, a se desenvolverem”, explicou Scott, assessor da BoxWise.

“O boxe é um esporte divertido e disciplinado, que ensina todos os valores sociais que os jovens precisam para carregar ao longo da vida, como trabalho em equipe, autoestima, respeito pelos outros, resiliência etc.”, completou.

Além de técnicas da nobre arte, o programa também aplica ensinamentos a respeito de cidadania. A ideia é formar cidadãos que possam colaborar para uma sociedade melhor. Após as 10 semanas, o BoxWise custeia cursos dos mais variados segmentos para facilitar a entrada dos jovens atendidos no mercado de trabalho.

“A experiência no Brasil tem sido muito positiva, fomos muito bem recebidos e as academias e treinadores estão muito entusiasmados e empenhados com o programa e como ele está mudando vidas pelo mundo”, destacou Scott.

Após a partida dos treinadores ingleses, o programa passa a ser liderado pelos treinadores brasileiros que foram formados na fase de introdução do curso. Após 10 as semanas de treinamento, a matriz avaliará o resultado obtido.

Além do Brasil e de Londres, o BoxWise aplicou o programa em outras 42 cidades do Reino Unido, além de países como África do Sul, Uganda e Irlanda.