SFT 22 consagra Pamela Mara como nova campeã peso-palha

Pamela Mara ficou com a cinta - Foto: Edu Rocha

Foi realizado no último sábado (31) o SFT 22, evento que marcou a terceira edição do Outubro Rosa, que tem como objetivo principal alertar as mulheres e a sociedade sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama e, mais recentemente, câncer de colo do útero. Na luta principal da noite, Pamela Mara finalizou Andreia Serafim no quarto round de combate e conquistou o cinturão peso-palha da organização.

Pamela Mara ficou com a cinta – Foto: Edu Rocha

Pamela iniciou o duelo melhor na trocação, com bons golpes aplicados na média distância, com destaque para um belo cruzado, que acertou Andreia Serafim. Após o segundo e terceiro rounds de mais equilíbrio, a vitória de Pamela Mara veio no quarto assalto, onde a atleta colocou seu Jiu-Jitsu em ação e finalizou a adversária com uma justa guilhotina. Agora campeã, a mineira contabiliza cinco vitórias em sua carreira, sendo três delas no SFT.

A luta co-principal da noite também foi marcada por uma disputa repleta de ação, mas que terminou de forma rápida. Karine Killer e Sidy Rocha vinham fazendo um duelo estudado, até que o confronto foi para o chão, onde Karine aplicou um armlock e Sidy, ao não dar os três tapinhas em sinal de desistência, acabou sofrendo uma fratura no braço. Com isso, Karine Killer foi decretada vencedora por nocaute técnico e emplacou seu segundo triunfo em sequência na organização.
 
Outros destaques 

O card do SFT promoveu também a estreia de Julia Polastri, considerada uma das atletas mais promissoras na categoria peso-palha. Diante de Jessica Cunha, a carioca travou um duelo bastante intenso no primeiro round, com ambas mostrando boas técnicas na luta em pé. No segundo assalto, porém, Julia definiu a luta ao levar o embate para o solo e conseguir a finalização após encaixar um mata-leão. Foi a sexta vitória consecutiva de Julia Polastri no MMA profissional.

Outras grandes atrações foram os dois combates no SFT Xtreme, que consiste em duelos de Kickboxing onde os atletas utilizam luvas de MMA. Em duelo Brasil x Argentina, Bianca Sattelmayer e Florencia Greco fizeram uma das melhores luta da noite, com momentos de muita ação e técnica por parte de ambas, porém, no final, o triunfo ficou com Bianca por decisão unânime. Quem também saiu com o resultado positivo foi Thalita Diniz, que foi superior nos três rounds de combate contra Taty Zika e também foi decretada vencedora por unanimidade.

A luta de abertura do SFT 22 marcou um Desafio de Submission entre Isabela de Pádua, que atualmente integra o plantel do UFC, e Patrícia Sousa. Dominante durante toda a parte do confronto, que tinha duração de seis minutos, Isabela conseguiu a montada, fez a transição para as costas e finalizou no mata-leão para sair com o triunfo.

SFT 22
São Paulo (SP)
Sábado, 31 de outubro de 2020

Pamela Mara finalizou Andreia Serafim com uma guilhotina no 4R
Karine Killer derrotou Sidy Rocha por nocaute técnico (lesão) no 1R
Julia Polastri finalizou Jessica Cunha com um mata-leão no 2R
Bianca Sattelmayer derrotou Florencia Greco por decisão unânime dos jurados
Thalita Diniz derrotou Taty Zika por decisão unânime dos jurados
Isabela de Pádua finalizou Patrícia Sousa com um mata-leão