Treinador de Whittaker nega acordo para luta com Borrachinha e confirma interesse em desafio no Boxe

Ex-campeão peso médio do UFC, o australiano Robert Whittaker recebeu a faixa-preta de Jiu-Jitsu no início do mês. O professor do lutador é o brasileiro Alex Prates, convidado desta edição do CONEXÃO PVT. Formado por Zé Mário Sperry, o hoje representante da Gracie Humaitá vive há duas décadas na Austrália, onde possui academias e lapida jovens talentos para o sucesso nas lutas. 

Além de contar um pouco sobre sua carreira desde o Brasil, Prates falou sobre os planos de Whittaker para 2021. Primeiramente, ele negou que o ex-campeão esteja apalavrado para enfrentar Paulo Borrachinha, como afirmou Wallid Ismail. De acordo com o treinador, a ideia de Whittaker é disputar o cinturão interino ou até mesmo subir para os meio-pesados caso Adesanya conquiste o título da divisão. 

Alex Prates também confirmou interesse no desafio feito pelo ex-jogador de rugby Paul Gallen, que na última quarta-feira venceu ninguém menos que Mark Hunt num duelo de Boxe. Após a vitória sobre o ex-campeão do K-1, Gallen mirou Robert Whittaker para um duelo nos ringues que pode render ao ex-campeão do UFC a quantia de US$ 1,5 milhão.