Alliance e Força Jovem Universal brilham em eventos da CBJJE

0
121
Evento agitou o sudeste - Divulgação

Dois eventos da CBJJE agitaram o cenário nacional de Jiu-Jitsu no último fim de semana. No sábado (28), o Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo, recebeu o BJJ Nacional, enquanto no domingo (29), foi a vez de São Lourenço, em Minas Gerais, sediar o Campeonato Mineiro de Jiu-Jitsu Esportivo – Gi & No-Gi -, ambos com grandes lutas e diversos campeões consagrados.

Evento agitou o sudeste – Divulgação

No BJJ Nacional, o destaque entre as equipes ficou por conta da Alliance, campeã geral ao somar 40 medalhas de ouro, 19 de prata e 20 de bronze. Logo atrás veio a Lotus Club, em segundo, com a Escola Melqui Galvão em terceiro. Fratres JJ e PSLPB Cícero Costha completaram o Top 5, respectivamente.

Diretor da Confederação Brasileira de Jiu-Jitsu Esportivo, Yuri Muradi celebrou o sucesso do BJJ Nacional e aproveitou para projetar o Mundial da entidade, marcado para os dias 23, 24, 25 e 26 de novembro (juvenil, adulto e master), e 2 e 3 de dezembro (kids).

“Organizamos mais um evento de sucesso – faltando um mês para o Mundial -, com muitos atletas duros competindo, crianças e também o público presente. E fica aqui meu convite para o Mundial da CBJJE, nosso maior campeonato do ano, o mais importante feito no Brasil e que promete ser uma festa do Jiu-Jitsu”, disse Yuri.

No masculino adulto faixa-preta, brilharam Carlos Alberto Pereira (GRA BJJ), campeão ouro duplo ao vencer o peso-leve e o absoluto cruzador, e Reyson Lima (Fratres JJ), que levou o absoluto pesado. “O BJJ Nacional estava impecável, com uma estrutura excelente, comprovando o bom trabalho da CBJJE. Muita gente deixa de lutar pela Confederação, mas é importante valorizar quem valoriza a gente (atletas), e para os faixas coloridas, uma ótima chance de estar em atividade”, analisou Reyson.

Jiu-Jitsu em Minas Gerais

Já o Campeonato Mineiro de Jiu-Jitsu Esportivo, organizado em parceria com a IFSBJJ em São Lourenço-MG, premiou as melhores equipes em dinheiro, contou com o “troféu gigantes”, e assim como o BJJ Nacional, uma premiação especiação no adulto faixa-preta, nas disputas com e sem quimono.

Entre as equipes, o título geral ficou com a Força Jovem Universal, que somou 71 ouros, 21 pratas e sete bronzes. Logo atrás vieram Família Machado/Prev (2ª), Projeto Social Rayane (3ª), TFA Jiu-Jitsu (4ª) e GFTeam (5ª).

O próximo grande evento da CBJJE, vale citar, será o Mundial de Jiu-Jitsu 2023, que tem inscrições abertas no juvenil, adulto e master, dias 23, 24, 25 e 26 de novembro, e no kids, dias 2 e 3 de dezembro, através do site SouCompetidor.com.br.