Após conquistar título da LFA, Toddynho acredita que será contratado pelo UFC

0
217
Toddynho conquistou o cinturão dos leves do LFA - Foto: LFA Brasil

Pupilo de Márcio Cromado e uma das grandes promessas do MMA nacional, Jefferson “Toddynho” Nascimento teve todo o seu esforço coroado na última sexta-feira (3), quando derrotou Gabriel Costa por nocaute técnico e faturou o cinturão interino dos pesos-leves do Legacy Fighting Alliance (LFA). O atleta da Renovação Fight Team (RFT), que teve uma performance dominante, ficou muito feliz com o seu desempenho no combate.

Toddynho conquistou o cinturão dos leves do LFA – Foto: LFA Brasil

“A vitória veio da melhor forma e do jeito que planejamos. Meu adversário veio com uma estratégia de me pressionar, o que me surpreendeu bastante. Mas eu e os meus treinadores sabíamos que ele não ia conseguir sustentar aquilo por muito tempo, tanto que no fim do primeiro round ele já demonstrava sinais de cansaço. Então, eu fiz o que havia dito, pressionei ele até conseguir o nocaute”, explicou Toddynho.

Após a conquista, Toddynho se emocionou bastante. Cria de um projeto social de lutas da comunidade Dona Marta e treinando com o grão mestre Cromado desde os três anos de idade, ele disse que relembrou todas as dificuldades que enfrentou para chegar até o momento da consagração.

“Foi uma sensação incrível de dever cumprido. Passou um filme na minha cabeça, pensei em tudo o que eu havia passado para chegar até ali. Pensei em todos que eu estava representando ali dentro, minha família, minha equipe, minha comunidade e todos aqueles que torcem por mim”, disse.

Invicto no MMA após 11 lutas, e agora com o cinturão de uma das organizações mais importantes do mundo, e que é conhecida por ser uma porta de entrada para o UFC, Toddynho acredita que agora será contratado pelo maior evento de MMA do planeta.

“Continuo invicto e agora com um título mundial. Realmente acredito que vou conseguir o contrato com o UFC, pois eu já provei para o mundo o meu valor. Agora tenho que me recuperar, dar continuidade nos treinamentos e deixar o futuro nas mãos de Deus”, concluiu.