Atletas e treinadores de base da seleção de boxe iniciam programa de capacitação para o alto rendimento

0
139
Primeira das seis fases do programa se inicia nesta terça-feira Luiz Gaspar/CBBoxe

Atletas e treinadores de base da Seleção Brasileira de Boxe iniciam nesta terça-feira (23/5), no Centro de Treinamento da equipe, o programa de capacitação do Núcleo de Esportes de Base e Alto Rendimento (NEBAR). Serão ao todo oito dias de programação, com treinos físicos, táticos e técnicos e palestras com profissionais indispensáveis na rotina de um atleta de alto rendimento, como fisiologista, fisioterapeuta, nutricionista e psicólogo.

Primeira das seis fases do programa se inicia nesta terça-feira Luiz Gaspar/CBBoxe

“O objetivo é capacitar uma garotada estreando entre as faixas de cadete e juvenil para que tenham familiaridade com o alto rendimento, com o que é a seleção brasileira, o treinamento full time e o suporte ao atleta de alto rendimento”, destaca Marcos Brito, presidente da Confederação Brasileira de Boxe. “Foram convidados cinco treinadores formadores para passarem a acompanhar essa garotada até o avanço para as bases seguintes”.

Ainda de acordo com o presidente Marcos Brito, Vladson Pereira – que é um dos treinadores da seleção e um dos mentores desse programa – identificou que no Brasil existe um atraso quanto à iniciação dos jovens atletas à rotina de competidores de alto rendimento. Enquanto em outras potências o jovem começa entre 13 e 14 anos, aqui esses primeiros passos só começam entre 18 e 19. Um dos objetivos do NEBAR é antecipar essa familiarização.

“É o início de um projeto maior, nossa ideia é intensificar isso com o tempo, para que tenhamos uma seleção permanente juvenil, que treine com a estrutura da seleção por mais tempo. Não só o físico, o tático e o técnico, mas toda a amplitude do que é o alto rendimento, o atleta que vai competir e tem que estar com todos os aspectos em ordem, acompanhados por uma equipe multidisciplinar para dar suporte ao aperfeiçoamento do desempenho do atleta”, explica Brito.

Desta terça-feira até quarta da próxima semana, os dias serão divididos em três partes: treino físico na abertura e técnico no final. Entre eles, palestras com especialistas em diversas áreas, que inclui medicina, nutrição, psicologia e até mesmo gerenciamento de carreira:

Dra. Cassiana Pisanelli – Abordagem sobre os cuidados da automedicação e a relação com o doping no esporte de alto rendimento;

Vladson Pereira – Abordagem sobre as formas de treinamento usados dentro da equipe olímpica, como e quais são os meios que se pode utilizar dentro do seu treinamento;

Ana Paula Tanaka Hayashi – Abordagem sobre a importância da alimentação para jovens atletas, utilizando interatividade com a construção de cardápios específicos;

Bruna Bardella – Abordagem sobre técnicas de visualização no esporte, exercícios e ferramentas para ser utilizados por jovens atletas de boxe;

Lucas Sales – Principais lesões do atleta de boxe, métodos de prevenção e recovery;

Felipe Romano – Importância do treinamento físico para atletas de alto rendimento de boxe, como são desenvolvidos esses treinamentos dentro da equipe olímpica, mostrando a relação entre controle de carga e treino;

Antônio Carlos Moreno – Alinhamento de carreira, metas e objetivos a médio e longo prazo e como cada atleta e treinador podem se desenvolver para alcançar suas metas.

O NEBAR é apoiado pelo Governo Federal através do Ministério do Esporte. Ao todo o projeto é composto por seis fases. Na seleção brasileira de boxe serão três neste ano e outras três em 2024, para já qualificar os atletas com potencial para representar o país no Mundial Juvenil.

“É uma formação mais complexa do que essa garotada está acostumada. A gente acredita que desta forma será possível que eles comecem a ter um desempenho melhor já no próprio treinamento local, que já saiam daqui com um conhecimento maior do que significa ser um atleta de alto rendimento”, finalizou Marcos Brito.