Bebeo Duarte relembra episódio no qual rivalidades do Jiu-Jitsu foram esquecidas pelo prêmio de 40 mil dólares do ADCC

Convidado recente do RESENHA PVT, Bebeo Duarte relembrou uma movimentação feita por lutadores brasileiros nos bastidores da segunda edição do ADCC, em 1999, em Abu Dhabi. Para garantir pelo menos uma parte da premiação do absoluto, alguns abriram mão da disputa para que aqueles que eles consideravam favorito, no caso Roberto Traven, seguisse na competição sem maiores riscos. 

E foi o que aconteceu. Traven passou por Fabiano Capoane na primeira fase; na segunda, Bebeo Duarte abriu para ele; na semifinal, Garth Taylor foi a vítima; e, na grande final, Traven superou o japonês Hayato Sakurai, garantindo os 40 mil dólares de premiação, que, conforme o combinado, foram divididos entre os brasileiros que participaram da “rachadinha”. Assista:

Nesta quarta-feira relembramos no BAÚ DO PVT tudo o que aconteceu nessa edição do ADCC, que ainda consagrou Royler Gracie, Jean Jacques Machado e Mark Kerr. Clique aqui e confira.