Campanha SOS Calamidade, da LBV, entrega 1 tonelada de mantimentos a projetos sociais de lutas

Projeto Alfa e Ômega atende crianças do Rio Comprido - Foto: Divulgação

Iniciada ainda no ano passado nos primeiros momentos da pandemia do covid-19, a campanha SOS Calamidade, liderada pela Legião da Boa Vontade (LBV) e seus parceiros, como a Super Rádio Brasil AM 940, distribuiu, somente em 2020, mais de três milhões e meio de quilos de alimentos para famílias necessitadas em todo o Brasil. Nesta semana, mais 1 tonelada de mantimentos, entre cestas básicas e kits de limpeza, foi entregue a projetos sociais de lutas que atuam em comunidades do Rio de Janeiro.

Projeto Alfa e Ômega atende crianças do Rio Comprido – Foto: Divulgação

Um dos projetos é o Alfa e Ômega, que leva a doutrina do Jiu-Jitsu e do Judô a crianças e jovens do Rio Comprido, na região central do Rio. Um dos líderes do time, Alex Cardoso, faixa-preta de Rafael Carino, destacou a importância da ação da LBV.

“Foi muito importante para os jovens atendidos no nosso projeto. De certa forma, levando esses alimentos para casa, eles conseguem ajudar a família toda, porque muitos pais estão desempregados, às vezes sem nem ter o que comer em casa, por conta do momento difícil em que vivemos. Além disso, os ensinamentos do Jiu-Jitsu e do Judô vão além das técnicas, impactam positivamente no caráter e na educação”, disse o representante da Nova União, que lidera o projeto ao lado do professor de Judô Jeovane Braga.

Também faixa-preta da Nova União, Erivan Gonçalves, fundador do EGM Team, projeto de Jiu-Jitsu que atende crianças e jovens das comunidades de Manguinhos e do Jacarezinho, exaltou o trabalho feito por Alex Cardoso.

“Graças a Deus é mais um projeto que chega para dar oportunidades a jovens carentes, a uma molecada que mostra sangue nos olhos nas competições e que, principalmente, se descobrem apaixonados por Jiu-Jitsu. Então, para mim, que lidero projetos há muitos anos, é sempre muito gratificante ver o Jiu-Jitsu fazendo diferença na vida das pessoas. Com certeza, a partir deste ano, as pessoas vão ver muitos frutos desse projeto nos pódios das competições”, projeta o professor, que é parceiro da LBV há cerca de 10 anos.

Também localizado em Manguinhos, o projeto do Sandokan, que ensina Karatê aos jovens da comunidade através do Centro de Referência da Juventude, programa da Secretaria de Esportes, Lazer e Juventude do Rio, também recebeu as cestas básicas e os kits de limpeza para retribuir aos alunos. Parceira da LBV há muitos anos, a líder do projeto, sensei Marise Covelo, falou sobre a importância da parceria.

“A LBV já vem nos ajudando há muitos anos e agora, durante a pandemia, não foi diferente. São ajudas que fazem a diferença para o nosso povo sofrido de Manguinhos. Esse tipo de ação inspira, não só a mim, mas também aos impactados, que, com certeza, quando estiverem em uma situação melhor, vão lembrar de retribuir ajudando aqueles que necessitam. Por essa e outras ações a minha gratidão à LBV é eterna”, destaca.