Com diversos campeões, equipe brasileira desembarca na Califórnia para o Mundial de Jiu-Jitsu

0
329
Erich Munis vai em busca do ouro no Mundial 2023 - @lunivers.athletics

Fundada há menos de um ano a partir da união da LM Extreme com a NS Brotherhood, a equipe Fratres vem colhendo bons resultados e promete chegar com tudo no Mundial de Jiu-Jitsu 2023 da IBJJF, em especial no adulto faixa-preta.

Erich Munis vai em busca do ouro no Mundial 2023 – @lunivers.athletics

Ao todo, o time liderado pelo empresário e faixa-preta Daniel Affini viajou com 20 atletas para a Califórnia, nos Estados Unidos, onde a partir desta quinta-feira – entre 1º e 4 de junho – acontece o Mundial.

Em reta final de preparação, a Fratres teve sua última parada antes do principal campeonato do ano no dia 21 de maio, quando grande parte da equipe disputou o Floripa Fall International Open de Jiu-Jitsu, em Florianópolis, com vários medalhistas.

“O Floripa Fall Open serviu como um teste para o Mundial, sim, mas o foco principal foi para os atletas que não tinham pontos ainda, que eles conseguissem esses pontos, e apenas um atleta nosso não conseguiu. Por isso, avalio como um resultado muito bom”, afirmou Daniel Affini, que completou:

“A preparação da Fratres para o Mundial da IBJJF foi intensa, muito boa e deu liga no time. O pessoal que chegou à equipe por último trouxe uma energia ótima, agregou conhecimento, então tirando a lesão da Giovanna Jara e a questão do visto da Sábatha Laís, tudo transcorreu de forma perfeita. Creio que todos que estão indo para o Mundial estão prontos”.

Dos 20 nomes confirmados no campeonato, 14 são faixas-preta. Sobre os demais, Daniel destacou: “Estamos indo com bons nomes nas faixas coloridas, casos do faixa-azul juvenil Gabriel Crispin, do faixa-azul adulto Dione Munis, dos faixas-marrom Matheus Pereira e Helder Junior, além das meninas Kamilla Souza e Giovanna Parmisano. A expectativa, claro, é a melhor possível”, encerrou o líder da Fratres.

Veja abaixo a lista completa de atletas:

Faixa-azul juvenil masculino – Gabriel Henrique Crispin
Faixa-azul adulto masculino – Dione Munis dos Santos
Faixa-marrom adulto masculino – Matheus Souza Pereira
Faixa-marrom adulto masculino – Helder Jose Rodrigues Júnior
Faixa-marrom adulto feminino – Giovanna Parmisano Leite
Faixa-marrom adulto feminino – Kamilla Kelly de Souza
Faixa-preta adulto masculino – Meyram Maquiné Alves
Faixa-preta adulto masculino – Natan Chueng Freitas
Faixa-preta adulto masculino – Mauricio de Oliveira Santos Neto
Faixa-preta adulto masculino – Vital Antonio dos Santos Neto
Faixa-preta adulto masculino – Wellington Luís Sebastião
Faixa-preta adulto masculino – Marcos Vinicius de O. Martins
Faixa-preta adulto masculino – Rider Zuchi Samelo do Amaral
Faixa-preta adulto masculino – Leandro Carlos da Silva Santos
Faixa-preta adulto masculino – Erich Munis dos Santos
Faixa-preta adulto masculino – Anderson Munis dos Santos
Faixa-preta adulto masculino – Luis Fernando de Oliveira
Faixa-preta adulto masculino – Yatan Martins Bueno
Faixa-preta adulto feminino – Thalyta Stefhane Lima Silva
Faixa-preta adulto feminino – Sábatha Laís Francisco dos Santos
Faixa-preta adulto feminino – Amanda Magda de Oliveira