Estrela na Netflix, lutador sem pernas estreia no MMA neste sábado; confira regras

0
311

Por Alan Oliveira

Tema de documentário no Netflix, Zion Clark é sinônimo de superação. O americano nasceu com Síndrome de Regressão Caudal, deficiência que consiste na má-formação da coluna vertebral, que fez Zion nascer sem as pernas. Porém, o atleta se destacou como o mais rápido sobre os dois braços, e teve sucesso também no wrestling. Neste sábado, dia 17, em San Diego, EUA, o lutador estreia no MMA no Gladiator Challenge, enfrentando Eugene Murray, que possui as duas pernas. Em entrevista ao PVT, a organização do evento esclareceu as regras.

“A luta será em três rounds de 3 minutos. Começará com os dois de pé, normalmente, as regras são as mesmas de uma luta comum de MMA, com uma adaptação: como Zion é considerado sempre como oponente ‘no chão’ (‘downed opponent’), os chutes e joelhadas são permitidos apenas no corpo, nunca na cabeça”, disse Teddy Williams, matchmaker do evento.

Cartaz do evento, em que Zion e Eugene farão a luta principal (Foto: Instagram)

Além de ser homenageado no Netflix, Zion tem um milhão de seguidores no Instagram, e tem entre os fãs lutadores como Jon Jones. A síndrome, extremamente rara, interrompeu o desenvolvimento da metade inferior do corpo, mas não impediu que Zion conseguisse vários recordes mundiais do Guinness, incluindo os 20 metros mais rápidos executados com as duas mãos, o salto de caixa mais alto usando apenas as mãos, entre outros.

“Luto apenas contra pessoas fisicamente aptas e venço pessoas fisicamente aptas. Agora, vou lutar contra elas e vou nocauteá-las no MMA. É simples assim, sou um lutador”, afirmou o atleta de 25 anos.