Evento de capoeira Volta ao Mundo – Bambas anuncia edição na Suécia

0
118
Volta ao Mundo - Bambas resgata a popularidade da capoeira - Divulgação

Estocolmo, a cidade que dança entre os rios e abraça a cultura nórdica, está prestes a testemunhar um novo capítulo na história da capoeira. O Volta do Mundo – Bambas (VMB), em pouco mais de um ano, resgatou o orgulho do capoeirista e conquistou destaque mundial. Agora, anuncia sua expansão global com um evento épico em terras suecas, no dia 20 de novembro de 2024. A Suécia abrirá suas portas para atletas de diversas nações, transformando-se no epicentro de lutas eletrizantes, performances inigualáveis e a consagração de verdadeiros heróis da capoeira.

Volta ao Mundo – Bambas resgata a popularidade da capoeira – Divulgação

O VMB, fiel guardião do orgulho capoeirista, resgata as raízes do esporte e destaca a essência dessa arte marcial afro-brasileira. O sucesso nas competições nacionais atraiu talentos de todos os cantos do Brasil e do mundo, despertando o interesse internacional. Agora, a comunidade capoeirista mundial se volta para o VMB, enxergando-o não apenas como uma competição, mas como um fenômeno que une fronteiras.

A internacionalização do VMB é mais que um movimento estratégico, é um testemunho da seriedade e do profissionalismo daqueles que dirigem a organização. O evento capturou a atenção de países europeus, e a Suécia será o palco desse espetáculo. Jakob Forssmed, ministro dos esportes da Suécia, já demonstrou interesse em estar presente. É grande a expectativa também que a rainha da Suécia, Silvia Renata Sommerlath, que é filha de uma brasileira e morou em São Paulo por dez anos, prestigie o evento.

“Como diretor-executivo do VMB, presenciar capoeiristas que cogitavam desistir se vendo agora representados em eventos dessa grandeza, é o ponto alto da nossa missão. A capoeira é mais que um esporte, é identidade e superação. O VMB é inclusivo, um símbolo de perseverança e agora de heróis mundiais”, disse o CEO Saverio Scarpati.

Atletas de diversos países como Suécia, Chile, Canadá, Alemanha, Hungria, Colômbia e França participarão do evento em Estocolmo. Contudo, haverá seletivas nos países que abraçam a capoeira com a chancela do VMB. Alemanha, Espanha, Colômbia, Hungria e Portugal realizarão competições locais, onde os capoeiristas mais excepcionais serão selecionados para representar suas nações em solo sueco. Essas seletivas, respaldadas pela direção da organização, serão verdadeiras provas de fogo para os atletas, formando campeões que irão brilhar no cenário mundial.

“A grandiosidade do VMB vai além dos espetáculos, refletindo na excelência dos atletas escolhidos. Cada capoeirista em Estocolmo será peça fundamental na história da capoeira. A meticulosa seleção de atletas enriquece o VMB, buscando não só excelência, mas atletas que personifiquem a essência da capoeira”, finaliza Aritana, diretor-técnico do VMB.

Luiz Carlos Fernandes, presidente da Federação Sueca de Capoeira, destaca que o VMB em Estocolmo é um marco histórico para a capoeira na Suécia e no mundo. O evento será uma oportunidade para mostrar ao mundo a beleza e a importância dessa arte marcial.

“Estou muito orgulhoso de que a Suécia seja anfitriã do VMB. Sei que a competição vai inspirar mais pessoas a praticarem capoeira e a aprenderem sobre essa arte marcial única. A capoeira tem o poder de transformar vidas, e estou confiante de que o VMB terá um impacto positivo no mundo”, enfatiza Luiz Carlos Fernandes.

Porém, enquanto o relógio avança em direção ao grandioso evento em Estocolmo, vale ressaltar que o VMB não está apenas de passagem pelo cenário internacional. Em 27 de janeiro de 2024, a Arena 1 do Parque Olímpico será o palco do VMB4, uma continuação do sucesso estrondoso do VMB 50k, realizado no Pão de Açúcar, em julho. A organização mantém sua promessa de distribuir uma premiação robusta de 50 mil, com disputas de cinturão acirradas nas categorias masculina e feminina.

O ápice da competição será o embate pelo cinturão entre o atual campeão Erick Maia e o capoeirista, lutador de MMA e ator Barrãozinho. Uma batalha que irá além das cordas e promete escrever mais uma passagem emocionante na história da capoeira moderna. E essa não será a única oportunidade de testemunhar o VMB em 2024 no Brasil, pois a agenda está repleta de eventos com paradas em São Paulo, Espírito Santo e Brasília.