Ex-lutador do UFC ministra palestra sobre Prevenção e Tratamento da Dependência Química na ALERJ

0
145
Rafael Carino lutou o UFC 9 - Foto: Marcelo Alonso

O ex-lutador do UFC Rafael Carino ministra uma palestra sobre Prevenção e Tratamento da Dependência Química Através dos Esportes nesta terça-feira (16/04), no auditório da Assembléia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro.

Rafael Carino lutou o UFC 9 – Foto: Marcelo Alonso

Faixa-preta de jiu-jitsu 6º grau de Dedé Pederneiras, Carino se especializou em terapia para dependência química e vem desenvolvendo um importante trabalho de conscientização sobre a doença e resgate de dependentes.

“A dependência química é questão de saúde pública. As drogas causam um estrago na saúde das pessoas devido e isso se agravou com a pandemia do coronavírus”, frisa o ex-lutador, que aguarda cerca de 200 pessoas na palestra desta terça.

“Na palestra eu falo sobre prevenção, que é um trabalho de médio a longo prazo e sobre a importância da informação. Dependência química não tem cura, mas tem tratamento a melhor ferramenta que o usuário tem é buscar ajuda”, complementa.

Ex-dependente químico, Rafael Carino conseguiu “finalizar” este oponente graças à ajuda do esporte. Agora, ele utiliza toda sua experiência dentro e fora dos tatames para ajudar outras pessoas a vencerem diariamente a mesma luta.

“Para quem tem predisposição à dependência química, qualquer deslize é fatal. E mesmo quem não tem, pode se tornar dependente devido à quantidade e tempo de uso. Por isso, o alerta se torna extremamente importante”, destaca.

Como lutador profissional, Rafael Carino foi bicampeão mundial e pentacampeão brasileiro de jiu-jitsu. No MMA, ainda na época do vale tudo, fez quatro lutas, a mais notável no UFC 9, em 1996, quando venceu Matt Andersen por nocaute técnico.