Jungle Fight 124: Colorado e ‘Astro da Maldade’ garantem cinturões em Sergipe

0
177
Colorado manteve o cinturão dos penas - Foto: Leonardo Fabri

Os sergipanos Willian Colorado e Anderson “Astro da Maldade” venceram as aguardadas disputas de cinturão do Jungle Fight 124, realizado neste sábado (16/03) na capital sergipana. Para Colorado, o triunfo contra Daniel “Bulldog” na luta principal da noite valeu a manutenção do título dos pesos-penas; já para “Astro da Maldade”, que superou César Augusto, representou a conquista da coroa de campeão dos pesos meio-médios.

Colorado manteve o cinturão dos penas – Foto: Leonardo Fabri

Colorado entrou no cage com a missão de manter o cinturão dos penas no estado. O duelo foi contra o mineiro Daniel “Bulldog”. O campeão fez valer a sua maior envergadura e dominou os cinco rounds de combate, sempre levando perigo com seus golpes e levantando o público com suas firulas. No final, Colorado até tomou um susto, caindo sentado no chão após um golpe do desafiante, mas logo se recuperou e confirmou a vitória, que veio por decisão unânime.

Astro da Maldade conquistou o título dos meio-médios – Foto: Leonardo Fabri

Após uma encarada tensa na véspera do combate, Anderson “Astro da Maldade” e César Augusto entraram no cage com os ânimos à flor da pele. E o duelo correspondeu às expectativas, com três rounds intensos e sangrentos. Melhor para o anfitrião, que conseguiu definir a luta no terceiro round ao impor um castigo no ground and pound sobre o rondoniense. Com a vitória, que fez o ginásio estremecer, “Astro da Maldade” conquistou o cinturão dos meio-médios, que estava vago.

Assim como na última edição do Jungle Fight em Sergipe, em julho do ano passado, novamente o estado anfitrião terminou a noite com um saldo positivo. Dos nove duelos envolvendo sergipanos contra adversários de outros estados, os donos da casa venceram cinco, com Willian Colorado, Anderson “Astro da Maldade”, Nicolas “Durinho”, Kaíque “King” e Deninho “3D”. Além disso, ainda teve três lutas entre sergipanos, vencidos por Fabrício Alagoinhas, Lucas “Jamanta” e Alysson “Ferinha”.

“Só lutão, mostrando a força do MMA sergipano e que o Brasil é a terra da luta. Estou muito feliz! Estamos no menor estado do país, mas com um número gigante de cascas-grossas por metro quadrado. Fico feliz de poder mostrar essa força do Brasil, do Oiapoque ao Chuí, para o mundo todo. Muito obrigado ao governador Fábio Mitidieri, que não mede esforços para mostrar a força de Sergipe. Agora vamos com tudo para São Paulo, dia 27 de abril”, declarou Wallid Ismail.

“O Jungle Fight em Sergipe foi um grande sucesso novamente, com a casa lotada mais uma vez e o sergipano mostrando que ama o MMA e que faz a diferença nas arquibancadas, já que, assim como na outra vez, nossos lutadores venceram a maioria das lutas contra adversários de fora. Na primeira vez conquistamos um cinturão e agora, dois, com o Colorado e o ‘Astro da Maldade’. Sergipe mostra que tem muita qualidade no MMA”, celebrou o governador de Sergipe, Fábio Mitidieri.

Confira abaixo os resultados:

Jungle Fight 124
Ginásio Constâncio Vieira, Aracaju, Sergipe
16 de março de 2024

Willian Colorado venceu Daniel Bulldog por decisão unânime (49-46, 50-46, 50-45)

Anderson Astro da Maldade venceu César Augusto por nocaute técnico aos 3min01s do R3

Nicolas Durinho venceu Claudio Massaranduba por decisão unânime (triplo 30-27)

Pedro Guerreiro Dantas venceu Junior Tarquínio por nocaute técnico aos 22s do R2

Eduardo Garvon venceu Dymitry Damianny por nocaute técnico em 1min09s do R1

Kaique King venceu Pablo Ferreira por nocaute técnico em 1min23s do R2

Deninho 3D venceu Pedro Dantas por decisão unânime (triplo 30-27)

Fabrício Alagoinhas venceu Newton Cachorrão por nocaute técnico aos 4min02s do R2

Lucas Jamanta venceu Matheus Golias por nocaute técnico em 1min46s do R2

Alysson Nery venceu Iagor Silva por nocaute técnico em 1min40s do R1

Nery “The Future” venceu Mário Freitas por finalização aos 3min34s do R2

Kessy Granja venceu Maria Nascimento por nocaute técnico aos 2min41s do R1