Jungle Fight 125 promove disputas de cinturão entre AM x SP e MG x AL

0
125
Arcângelo e Medeiros fazem a luta principal - Leonardo Fabri

Realizada nesta sexta-feira (27/04), a pesagem do Jungle Fight 125 foi marcada por afirmações dos protagonistas quanto ao destino dos dois cinturões que estarão em jogo neste sábado, no ginásio Mauro Pinheiro, em São Paulo. Cada um garante que o título irá para seu estado. Entretanto, apenas dois irão cumprir a profecia.

O evento será transmitido ao vivo e na íntegra pelo Sportv 2 e pelo canal Combate, a partir das 19h, no horário de Brasília. O canal do Combate no Youtube transmite as três primeiras lutas.

Arcângelo e Medeiros fazem a luta principal – Leonardo Fabri

Na luta principal, o amazonense Arcângelo Anjo, atual campeão linear dos pesos leves, retorna após uma lesão para unificar o cinturão contra o campeão interino, o paulista Marcelo Medeiros. Enquanto Arcângelo venceu 60% de suas lutas por via rápida, entre nocautes e finalizações, Medeiros nocauteou em 83% de suas lutas.

“Vejo esta disputa como uma preparação para me escalar para o cenário internacional, representar o estado do Amazonas, representar o nosso país, o Brasil. O cinturão vai voltar comigo para o Amazonas”, promete Arcângelo.

“Essa aqui é a hora, vai ser uma guerra! Pronto pra guerra, pronto pra unificar esse cinturão. A capital do MMA é aqui em São Paulo)”, rebateu Marcelo Medeiros.

O cenário é parecido na disputa do cinturão dos galos, que é uma revanche. Atual campeão, o mineiro Wagner Reis, que venceu 85% de suas lutas por via rápida, tenta não apenas defender o título contra Luiz Paulo Barbosa, como devolver a derrota sofrida para o alagoano em 2022, por decisão unânime, no Jungle Fight 112.

“Estou pronto! É Team Borracha, vamos meter porrada amanhã, vai ser um show! Aguardem o show. O cinturão vai continuar em Nova Era, em Minas Gerais”, afirmou Wagner Reis.

“A gente já lutou uma vez, foi aquela guerra insana de três rounds de pura trocação, coisa mais linda do mundo. E quero repetir isso, agora por cinco rounds. E no final, vou levar o cinturão para Canapi, Alagoas”, respondeu Luiz Paulo.

Wallid Ismail exaltou o retorno do Jungle Fight ao Ibirapuera oito anos depois da última edição no local.

“Vai ser gigante! Vamos lotar o Ibirapuera, vamos botar a energia maior do mundo. Vai ser incrível! Temos a unificação do cinturão dos leves e uma revanche valendo o cinturão dos moscas. Fiquem ligados no Sportv 2 e no Combate. E, mais uma vez, agradecer ao prefeito Ricardo Nunes e ao vereador George Hato por trazerem mais uma edição para São Paulo”, exclamou Wallid Ismail.

“O Jungle Fight cresce a cada edição e agora no evento de número 125 temos um palco ainda maior, para abrigar ainda mais os fãs de lutas, graças ao prefeito Ricardo Nunes”, destacou George Hato.

Confira abaixo o card completo:

Jungle Fight 125
Ginásio Mauro Pinheiro, São Paulo, SP
Sábado, 27 de abril de 2024

70kg: Arcângelo Anjo (AM) x Marcelo Medeiros (SP) – Cinturão

57kg: Wagner Reis (MG) x Luiz Paulo Barbosa (AL) – Cinturão

77kg: Jeferson Costa (SC) x Gabriel Lopes (SP)

57kg: Karina Aryadne (SP) x Erianny Castaneda (VENEZUELA)

77kg: Vanderlei Soul Glow (SP) x Marcos Antônio Dal Jovem (PR)

70kg: Lucas Campos (SP) x Bruno Guimarães Santos (BA)

57kg: Rafael Montouro (SP) x Nathan Junior Brito Barbosa (AP)

70kg: Joelson Pantoja (PA) x Jaimison Cisterna (SP)

57kg: Guilherme Alves (SP) x Alef Martins (SP)

77kg: Joel Salviano (AP) x Vitor Morais (SP)

66kg: Vanderson Martins dos Santos (SP) x Leonardo Sabino dos Santos (SP)

84kg: Djalma Alves Jr. (SP) x Matheus Barros Nogueira (MS)