Kickboxing será destaque no Prêmio Melhores do Ano nas Artes Marciais 2023

0
121
Premiação acontece no próximo dia 23 - Foto: Divulgação/Sindilutas

Atual presidente da FKBERJ (Federação de Kickboxing do Estado do Rio de Janeiro) e referência na modalidade, Capitulino Gomes é mais um importante nome carioca que demonstra seu entusiasmo com o Prêmio Melhores do Ano nas Artes Marciais 2023, uma iniciativa do Sindilutas com o apoio da Prefeitura do Rio. A primeira edição do evento está marcada para o dia 23 de outubro, na Cidade das Artes, Barra da Tijuca-RJ, e tem o intuito de valorizar e reconhecer grandes nomes dos esportes de combate da “Cidade Maravilhosa”.

Premiação acontece no próximo dia 23 – Foto: Divulgação/Sindilutas

Com anos de dedicação ao Kickboxing, Capitulino citou a importância do envolvimento do poder público com as artes marciais para o desenvolvimento das modalidades, além da valorização de atletas e professores.

“Acredito que é muito importante (essa valorização), tanto que realizamos o ‘Oscar do Kickboxing’ há muitos anos, premiando com um troféu personalizado os melhores atletas de Kickboxing do estado do Rio de Janeiro, aqueles que ficam em primeiro lugar no ranking”, citou Capitulino, que completou:

“Por outro lado, ainda precisamos conscientizar o poder público que os professores e atletas que representam seus municípios, estados e até mesmo o país através das artes marciais, necessitam dessa valorização e de ajuda através de parcerias, bolsa atleta, bolsa técnico, apoios, leis, homenagens e outras iniciativas, para que continuem realizando seu trabalho. É fundamental lembrar que o esporte salva vidas, muda caminhos, educa, e a sociedade precisa disso”.

O Prêmio Melhores do Ano nas Artes Marciais, vale lembrar, será um acontecimento anual, reunindo representantes de diversas artes marciais como Jiu-Jitsu, MMA, Judô, Muay Thai, Capoeira, Kickboxing, Luta Livre Esportiva, Sanda, Kung Fu, Karate, Sumo, Boxe de Praia, Krav Maga, Taekwondo, entre outras. E além de professores e atletas, busca valorizar as entidades que trabalham em prol desses esportes.

“Me sinto honrado e feliz pela iniciativa, pois venho trabalhando há anos, através da FKBERJ, para que o Kickboxing ganhe notoriedade e cresça como arte marcial. Objetivo que vem sendo alcançado com sucesso, através de muito esforço. Espero que o prêmio dê um novo ânimo aos atletas e professores de Kickboxing que tanto se esforçam e lutam para alcançar seus objetivos, para chegar na frente no ranking, para terem seus esforços reconhecidos. Espero que sintam que estão sendo reconhecidos e valorizados, de fato, não somente pela instituição, mas pelo poder público”, encerrou Capitulino Gomes.