Luiz Cado vence a luta principal do BRAVE CF em copromoção com o Victorious

0
145
Cado venceu e pediu por disputa de cinturão – Divulgação/BRAVE CF

Luiz Cado venceu a luta principal do BRAVE CF 78 em copromoção com o Victorious Fighting Entertainment, realizado nesta quinta-feira (7/12), em Fortaleza. O curitibano conquistou o triunfo ao finalizar Vernon Ramos com uma chave de joelho no segundo round, ampliando seu cartel para 16 vitórias, sete derrotas e um empate.

Já o destaque da luta principal do card do Victorious, que abrilhantou a primeira parte da noite de lutas, foi a luta equilibradíssima entre o pernambucano Danillo Quadrada e o cearense Junior Melo. Melhor Quadrada, que venceu por decisão dividida para chegar a nove vitórias em 10 lutas disputadas como profissional.

Ex-campeão do BRAVE CF, Luan Miau, que viu seu adversário ser trocado na véspera do evento, já que o oponente original não bateu o peso, foi superior a Manuel Mena, que, por sua vez, também trocou de par um dia antes da luta, e acabou com o braço levantado por decisão unânime. Esta foi a 21ª vitória do veterano em 28 lutas.

Já Edilceu Para-Raio, de candidato ao título, acabou voltando algumas casas na “assombrada” divisão dos moscas da organização barenita. O mato-grossense foi nocauteado no segundo round por Marciano Ferreira, que substituiu outros dois postulantes ao cinturão e possivelmente carimbou o seu title-shot. Vale lembrar que a categoria jamais teve um campeão.

Nos duelos internacionais, uma vitória para o Brasil, uma derrota e um empate. No clássico contra a Argentina, Ricardo Almeida venceu Roberto Benitez por nocaute técnico; já o angolano Wilker Nsamo levou a melhor sobre Israel Figueira por decisão unânime. O ex-TUF Arlen Banks ficou no empate, por decisão dividida, contra o lutador de Guiné-Bissau Yabna N’Tchala.

Confira abaixo os resultados completo da edição:

BRAVE CF 78 – VICTORIOUS 5
Ginásio Aécio de Borba, Fortaleza-CE
7 de dezembro de 2023

Card BRAVE CF

Luiz Cado finalizou Vernon Ramos aos 0:43 do R2
Marciano Ferreira venceu Edilceu Alves por TKO a 1:56 do R1
Luan Santiago venceu Manuel Mena por decisão unânime
Arlen Banks x Yabna Ferreira Ntchalá terminou empatada por decisão dividida
Marcelo Marques finalizou Walysson Guerra a 1:55 do R1

Card Victorious

Danillo Santos venceu Junior Melo por decisão dividida
Ricardo de Almeida venceu Roberto Benítez por TKO aos 0:32 do R3
Raffael Cerqueira nocauteou Jhonatan Azevedo a 1:17 do R1
Lázaro Mascarenhas finalizou Tiago Caboclo aos 3:48 do R1
Ada Letícia venceu Gracy Maia por decisão unânime
Wilker Nsamo venceu Israel Figueira por decisão unânime