Nova UFC Gym contrata Andre Benkei para treinador e promove reality show

0
512

O ex-treinador da ATT, Andre Benkei acaba de assinar um contrato de três anos para trabalhar como treinador principal de MMA na UFC Gym da filial em Largo, Flórida, EUA. Ao PVT, o brasileiro explicou como serão as instalações.

“Vai ser enorme, com quase 3 mil metros quadrados. Além de uma academia bem completa, teremos um centro de treinamento de MMA com uma equipe de treinadores de alto nível. Já contratamos Dorian Price (Muay Thai), que morou vinte anos na Tailândia, e Adam Mazin (Jiu-Jitsu) – que representa Dean Lister – e o boxeador cubano Pedro Dias também estará conosco. Em breve anunciaremos um wrestler de alto nível”, enumerou o treinador, com quase trinta anos de experiência no MMA.

Benkei revelou ainda que na academia será filmado um reality show, o “Road to the Cage” (“Caminho para o ‘cage'”).

“A inauguração será em agosto, mas começaremos a filmar o reality show antes. Ele consistirá na rotina de treinamento dos nossos lutadores que competem em eventos locais até alcançarem os principais eventos. Eles não lutarão entre si como em outros realities de MMA. Teremos entre 12 e 24 lutadores morando em uma casa, comendo a mesma comida e tendo a mesma rotina. Vamos misturar novos talentos com lutadores que já participaram de grandes eventos como Guto Inocente, Edson Panico, Bruce Souto. Traremos talentos do Daguestão, de outros locais da Europa, do Japão, e faremos testes na academia. Essa é a fórmula. Vamos usar o YouTube e agora estamos negociando com OnlyFans e um canal de TV.

Segundo Andre, o conceito de “Road to the Cage” transcende as fronteiras tradicionais ao integrar o treinamento de lutadores profissionais com a ética de fitness e família.

“Será diferente de outros reality shows de MMA que você já viu. Além da rotina de treinamento, teremos as paisagens pitorescas da Flórida, como as famosas praias de Clearwater e Sarasota. O principal objetivo será mostrar a jornada de lutadores aspirantes enquanto treinam incessantemente para competir no maior palco de todos: o UFC. Mal posso esperar para começar”, explicou o preparador físico faixa preta Luta Livre e de karatê Kyokushin.