Sem pressa de UFC, brasileiro invicto mira cinturão inaugural no Rizin

0
273

Por Alan Oliveira

Igor “Fatninja” Tanabe está invicto no MMA, com cartel 3-0 e vitórias sobre o temido Melvin Manhoef e sobre o ex-UFC Daichi Abe. Mesmo ainda novo no esporte, o jovem de 23 anos, elogiado por seu desempenho em competições de jiu-jitsu, mira ser campeão do Rizin, evento no qual estreou em julho deste ano. Ao PVT, Igor afirmou não ter pressa na carreira e traça planos na organização japonesa.

“Apesar de ter feito só uma luta no Rizin, gosto muito do evento. Claro que o UFC é uma possibilidade, mas quero ser campeão do Rizin, que inclusive me dá a oportunidade de enfrentar lutadores de outros eventos”, disse o brasileiro, referindo-se à parceria do evento japonês com o Bellator, por exemplo.

Tanabe terá uma segunda oportunidade no evento no próximo dia 1 de outubro, enfrentando Koji Shikuwa no peso médio. Independente do resultado, Igor pretende descer para os meio-médios na terceira luta, vislumbrando uma possibilidade de cinturão.

“O Rizin ainda não falou em inaugurar o cinturão dos médios nem dos meio-médios, mas nesta categoria acho que a probabilidade de ter cinturão é maior. Por isso quero descer para os 77kg e buscar esse título”, planeja Tanabe.

No Inoki Bom-Ba-Ye de dezembro de 2022, Tanabe finalizou o temido Melvin Manhoef com chave de tornozelo no 1º round (Foto: divulgação)

Nascido em São Paulo, filho de brasileiros e no Japão desde os três anos, Igor vibra por hoje poder viver só da luta, mas teve dificuldades.

“Já trabalhei em fábrica, no Mc Donald’s… Tive problemas com a língua também. Mas hoje não tenho problema nenhum, vivo da luta e sou grato por viver nesse país”, disse o brasileiro.