Shooto Brasil 103: Zé Delano fatura título peso-pena em noite com vários desfechos no primeiro round

Edição deste domingo, dia 08 de novembro, coroou o pernambucano com o cinturão em vitória sobre Luciano Benício - Foto: Marcell Fagundes

A edição do Shooto Brasil deste domingo, dia 8 de novembro, vai ficar na memória dos fãs. O show de número 103 ficou marcado por grandes exibições, com diversos desfechos no primeiro round. Foram um total de dez lutas realizadas na Arena Lutando Para Vencer, na Zona Sul do Rio de Janeiro. Na luta principal da noite o título peso-pena estava em jogo. E quem levou a melhor foi Zé Delano, que bateu Luciano Benício por decisão unânime após cinco rounds de muito MMA para faturar o cinturão até 66kg. No co-main event da noite Leandro Mun-Rá venceu Cristiano Greco por decisão unânime em duelo muito equilibrado. O card ainda ficou marcado pela quantidade de vitórias no primeiro round. Foram quatro, sendo três nocautes com Wdson Fumaça, Valnito Antunes e Chrys Moraes e uma finalização com Cristian Rodrigo. O Shooto Brasil volta a realizar uma edição ainda nesta semana, na sexta-feira, dia 13, também no Rio de Janeiro.

Edição deste domingo, dia 08 de novembro, coroou o pernambucano com o cinturão em vitória sobre Luciano Benício – Foto: Marcell Fagundes

A luta principal da noite tinha em jogo o cinturão peso-pena do Shooto. Ex-campeão dos galos, Luciano Benício encarou Zé Delano pelo título da divisão acima. Com ambos em grande fase, a luta estava recheada de expectativa e começou movimentada. Depois de um início mais estudado, Benício investiu na luta de solo e iniciou em vantagem. No segundo assalto, Delano equilibrou o duelo com um bom jogo de defesa de queda e boa desenvoltura em pé. No terceiro round, Benício até tentou manter o jogo de grappling, mas Delano resistia e incomodava muito na trocação. Nos segundos finais ficou claro, o cansaço de Luciano e o bom momento de Delano.

O quarto round começou e parecia que Benício não ia segurar a pressão, mas uma boa queda o colocou novamente no jogo até encaixar uma montada e equilibrar as luta novamente. Porém, sem contundência, a vantagem seguiu com Delano para o assalto derradeiro. E o último ato da luta só manteve o resultados dos quatro anteriores, com vitória e cinturão dos penas para o pernambucano Zé Delano.

O co-main event do Shooto Brasil 103 colocou frente a frente Cristiano Greco e Leandro Mun-Rá. Depois de um início muito estudado, os atletas foram se soltando e o duelo melhorando. Mun-Rá acabou tomando as regras do combate utilizando bastante o jogo de chão e quase finalizando o duelo em duas oportunidades. No round final, a luta foi quase toda disputada em pé, com Mun-Rá levemente superior, o que o garantiu o triunfo por decisão unânime.

Desfechos no primeiro round marcam lutas iniciais

Nas lutas que antecederam as principais da noite, os destaques ficaram por conta de Vaniltom Antunes, Wdison Fumaça e Frank Jagunço. Os dois primeiros passaram por cima de Heraldo Souza e Ricardo Maizena, respectivamente, com nocautes avassaladores no primeiro round. Já Jagunço foi muito superior a Wendell Boizinho e faturou a vitória por decisão unânime. O embate entre André Borges e Mayron A Lenda foi marcado muito equilibrado e decidido pelos juízes a favor de Mayron.

Outro duelo muito interessante foi a virada de Magno Pitbull sobre Lucas Almeida, ao nocautear depois de uma bela canelada. As duas lutas iniciais do Shooto Brasil 103 não passaram do primeiro round. Cristian Rodrigo por finalização e Chrys Moraes por nocaute fizeram bonito nas aberturas do card. Na única luta feminina da noite, Lorrany Santos derrotou Tainara Lisboa por decisão unânime dos juízes.

Shooto Brasil 103 – Resultados oficiais

Zé Delano venceu Luciano Benício por decisão unânime

Leandro Mun-Rá venceu Cristiano Greco por decisão unânime

Mayron A Lenda venceu André Borges por decisão dividida

Vanilto Antunes venceu Heraldo Souza por nocaute a 1min e 45seg do primeiro round

Frank Jagunço venceu Wendell Boizinho por decisão unânime

Wdison Fumaça venceu Ricardo Maizena por nocaute a 1min e 57seg do primeiro round

Lorrany Santos venceu Tainara Lisboa por decisão unânime

Magno Pitbull venceu Lucas Almeida por nocaute técnico a 1min e 15seg do terceiro round

Cristian Rodrigo finalizou Igor Taylon com um mata-leão aos 4min e 13seg do primeiro round

Chrys Moraes venceu Raphael Cruz por nocaute técnico aos 4min e 16seg do primeiro round