‘Shuga’ vence mais uma e chega na terceira rodada do Pré-Olímpico de Boxe

0
133
Shuga avançou rumo à Paris - Wander Roberto/COB

Wanderson de Oliveira, o Shuga, venceu sua segunda luta e avançou à terceira rodada da categoria até 71kg no Pré-Olímpico Mundial de boxe, em Busto Arsizio, na Itália, nesta quinta-feira (07). O brasileiro superou o irlandês Aidan Walsh, por decisão unânime dos juízes, e está a duas vitórias de garantir vaga nos Jogos Olímpicos de Paris-2024. Por outro lado, Yuri Falcão (63,5kg) perdeu para o jordaniano Obada Alasbeh e foi eliminado.

Shuga avançou rumo à Paris – Wander Roberto/COB

Assim como aconteceu em sua estreia, quando derrotou o emiradense Husain Alkandari, Shuga fez uma boa luta diante de Walsh. Mesmo enfrentando um medalhista olímpico, o brasileiro teve a iniciativa do combate desde o começo e levou a melhor no primeiro round em 4:1. No round seguinte, o irlandês cresceu, mas foi punido pela arbitragem por travar a luta e perdeu dois pontos. Ainda assim, venceu por 3:2. No último round, Shuga ganhou por 5:0.

Dessa forma, o brasileiro assegurou a vitória por decisão unânime e se garantiu na terceira rodada do torneio. Seu próximo adversário será o tcheco Milos Bartl, no domingo (10). Bartl nocauteou o português Diogo Semedo na segunda rodada. Shuga está a duas vitórias de carimbar o passaporte olímpico para Paris-2024. Há 70 atletas na categoria até 71kg, mas somente quatro garantem vaga para a capital francesa.

Horas depois de Wanderson, foi a vez de Yuri Falcão entrar em ação no Pré-Olímpico de Busto Arsizio, pela categoria até 63,5kg. Enfrentando o jordaniano Obada Alasbeh, o brasileiro perdeu por decisão unânime. Ele chegou a vencer o primeiro round por 5:0, mas o adversário imprimiu um forte volume nos rounds seguintes e conseguiu a virada. Yuri terá a chance de buscar a vaga olímpica no segundo Pré-Olímpico Mundial, na Tailândia, em maio.

Assim, seguem no Pré-Olímpico de Busto Arsizio: Wanderson de Oliveira (71kg) e Viviane Pereira (75kg), que estão a duas vitórias de Paris-2024; e Luiz Oliveira (57kg), que precisa de três vitórias para se classificar. Vale destacar que o Brasil já tem nove boxeadores garantidos nos Jogos Olímpicos de Paris-2024: Tatiana Chagas (50kg), Caroline Almeida (54kg), Jucielen Romeu (57kg), Beatriz Ferreira (60kg) e Barbara Santos (66kg), entre as mulheres, e Michael Trindade (51kg), Wanderley Pereira (80kg), Keno Marley Machado (92kg) e Abner Teixeira (+92kg). Essas vagas foram obtidas através dos Jogos Pan-Americanos de Santiago-2023.