Vídeo: A vitória irrepreensível de Deiveson Figueiredo

Deiveson Figueiredo cumpriu a promessa de definir a luta contra Alex Perez ainda no primeiro round. Com uma atuação irretocável, o campeão finalizou o desafiante com uma guilhotina nesse sábado e defendeu pela primeira vez o cinturão peso-mosca. Assista:

A vitória do paraense foi tão rápida e sem sustos que assim que desceu do octógono ele já estava de novo compromisso marcado. Deiveson retorna no dia 12 de dezembro para defender o título contra Brandon Moreno. 

A campeã peso-mosca feminino, Valentina Shevchenko, também defendeu com sucesso o seu título, mas sem a tranquilidade de Deiveson. Isso porque Jennifer Maia deu um grande trabalho. No fim, a quirguiz venceu por decisão unânime.

Não fosse a vitória de Deiveson Figueiredo na luta principal, o Brasil teria passado em branco no card. No card principal, Mauricio Shogun foi derrotado por nocaute técnico por Paul Craig no segundo round; no preliminar, Ariane Lipski, também por nocaute técnico no segundo round, foi superada por Antonina Shevchenko, irmã da campeã peso-mosca.

UFC 255

Las Vegas, EUA

12 de dezembro de 2020

Deiveson Figueiredo finalizou Alex Perez com uma guilhotina no R1

Valentina Shevchenko venceu Jennifer Maia por decisão unanime

Tim Means venceu Mike Perry por decisão unânime

Katlyn Chookagian venceu Cynthia Calvillo por decisão unânime

Paul Craig venceu Mauricio Shogun por nocaute técnico no R2

Brandon Moreno venceu Brandon Royval por nocaute técnico no R1

Joaquin Buckley venceu Jordan Wright por nocaute no R2

Antonina Shevchenko venceu Ariane Lipski por nocaute técnico no R2

Nicolas Dalby venceu Daniel Rodriguez por decisão unânime

Alan Jouban venceu Jared Gooden por decisão unânime

Kyle Daukaus venceu Dustin Stoltzfus por decisão unânime

Sasha Palatnikov venceu Louis Cosce por nocaute técnico no R3