VÍDEO: Assista aos melhores momentos do UFC 259

Dos três cinturões em disputa no UFC 259, realizado no último sábado em Las Vegas, apenas um mudou de mão: o dos galos, e de uma forma frustrante. Embora vencesse a luta com uma certa autoridade, Petr Yan acertou uma joelhada ilegal no rosto de Aljamin Sterling, que estava de três apoios no momento, faltando apenas 30 segundos para acabar o quarto e penúltimo round. Como o jamaicano não conseguiu se recuperar para voltar ao combate, o russo acabou desclassificado e viu o título ir para as mãos do adversário. 

Na luta principal, Jan Blachowicz defendeu com sucesso a categoria. O polonês fez o jogo certo para evitar os perigos do campeão da categoria debaixo, Israel Adesanya, tendo a vitória confirmada por decisão unânime após cinco rounds. Mais dominante ainda foi a campeã peso-pena Amanda Nunes, que vendeu um monólogo para Megan Anderson. Após uma blitz em pé, a brasileira finalizou a australiana com um armlock no triângulo invertido no primeiro round, mantendo o título dos penas – além de também ser a campeã dos galos. 

A outra vitória brasileira da noite veio em um combate 1005 verde e amarelo. Pelos pesos-palhas, Amanda Lemos venceu Livinha Souza por nocaute técnico no primeiro round. Pelos meio-pesados, Thiago Marreta não conseguiu soltar o jogo diante de Aleksandar Rakic, sendo derrotado por decisão unânime. E, pelos moscas, Rogério Botonrin até começou melhor, esteve perto de encaixar um mata-leão, mas acabou nocauteado por Kai Kara France com um cruzado a a cinco segundos do fim do primeiro round. 

UFC 259

Las Vegas, EUA

6 de março de 2021

Jan Blachowicz venceu Israel Adesanya por decisão unânime
Amanda Nunes finalizou Megan Anderson com um armlock no triângulo invertido no R1
Aljamain Sterling venceu Petr Yan por desclassificação (joelhada ilegal) no R4
Islam Makhachev finalizou Drew Dober com um katagatame no R3
Aleksandar Rakic venceu Thiago Marreta por decisão unânime
Dominick Cruz venceu Casey Kenney por decisão dividida
Kyler Phillips venceu Song Yadong por decisão unânime
Askar Askarov venceu Joseph Benavidez por decisão unânime
Kai Kara-France venceu Rogério Bontorin por nocaute técnico no R1
Tim Elliott venceu Jordan Espinosa por decisão unânime
Kennedy Nzechukwu venceu Carlos Ulberg por nocaute técnico no R2
Sean Brady finalizou Jake Matthews com um katagatame no R3
Amanda Lemos venceu Livinha Souza por nocaute técnico no R1
Uros Medic venceu Aalon Cruz por nocaute técnico no R1
Trevin Jones venceu Mario Bautista por nocaute técnico no R2