Belfort rebate críticas por “nocaute em idoso” e dispara: “Jake Paul escolhe luta e Popó é galo corrido”

0
748
Coleman faturou um cinturão pela superfight, enquanto Belfort ganhou uma medalha (solta, em sua mão) por vencer o torneio

Após aposentadoria no MMA, Vitor Belfort vem mostrando seu talento em lutas de Boxe. Nocauteou Evander Hollyfield em setembro de 2021, e já tem luta fechada com Hasim Rahman Jr para 15 de outubro, na Inglaterra. Porém, o próximo adversário poderia ser outro brasileiro. Em entrevista ao Conexão PVT desta quarta, Belfort afirmou que Mamá Brito, promotor do Fight Music Show, o procurou para lutar no evento contra Acelino “Popó” Freitas, mas o duelo não foi assinado.

“Ligaram-me desse evento, me disseram que eu fui proposto para lutar com ele, mas ele correu. Agora vai enfrentar o Pelé Landi. Você está com medo de levar sova, é galo corrido!”, disparou Vitor, usando um termo criado pelo mestre Carlson Gracie: “Popó está desafiando todo mundo, falando muito, está querendo virar o Chael Sonnen do Brasil. Se quiser mesmo lutar comigo, é só marcar”, avisou Vitor.

A lenda do Boxe Popó, também em entrevista ao Conexão PVT, afirmou que Belfort (45) não deveria ter nocauteado Hollyfield, de 59 anos, e sim ter dado um show para o público. O Fenômeno respondeu.

“Hollyfield me deu um soco bem forte no início. Não fomos para lá para dar show, fomos pagos para lutar, me falaram que era ‘a vera’, e um cara da equipe dele disse que eu seria nocauteado. Popó, se você quer dar show, arruma um cara do YouTube para lutar, ou vai pro Telecatch. Eu sou lutador, vou lutar de verdade. E quando ganhei, ele virou idoso, mas antes da luta as casas de apostas o davam ele como favorito”, afirmou o ex-campeão do UFC.

Antes do acerto com Rahman, Belfort teve cogitada uma luta contra Jake Paul. Porém, o youtuber lutará contra Anderson Silva em evento a definir: “Meu agente estava conversando com o pessoal do Jake, mas ele ficou colocando empecilho. Ele não quer me enfrentar porque tenho poder de nocaute. Ele preferiu caras mais técnicos, mais lentos. Fica escolhendo luta. Mas confio muito no boxe do Anderson, espero que ele ganhe. Se Paul não perder pro Anderson, já é uma vitória pra ele”, opinou o Fenômeno.

Confira no vídeo abaixo a entrevista completa, na qual Belfort também analisou grandes nomes do MMA brasileiro atual, como Alex Poatan, Charles Do Bronx’s e Paulo Borrachinha, e relembrou inúmeras histórias, incluindo causos com Carlson Gracie.

https://youtu.be/81a7CNKwRiY