WGP inicia temporada com finais do All-Star GP

0
176
Jonas Salsicha é um dos destaques do WGP - Divulgação/WGP

Está oficialmente aberta a temporada de 2023 do WGP Kickboxing. A organização inaugura o ano no dia 25 de março, no ginásio do São Paulo Futebol Clube, na capital paulista, com um card de peso. O principal destaque da noite fica por conta da fase final do All-Star GP dos Super-Médios, que conta com duas semifinais e a grande decisão no main-event do WGP 68. Jonas Salsicha e Gustavo Jones de um lado e Matheus Nogueira e Vitor Aquino de outro são os postulantes ao inédito troféu. O evento conta ainda com a participação de Ravy Brunow no co-main event da noite diante de Jones Coliseu. Outro destaque é o retorno de Paulo Tebar, após anunciar a aposentadoria em 2020, diante do argentino Nicolas Jara. A transmissão fica por conta do Canal Combate para todo o Brasil.

O All-Star GP dos Super-Médios tem gerado bastante expectativa nos fãs de trocação. Esse formato de GP reúne os oito melhores de cada categoria no continente para um embate em diferentes eventos em busca do prêmio final. Além da premiação em dinheiro, o vencedor ganha a chance de disputar o cinturão da divisão, exceto, claro, em caso de vitória do atual detentor do título linear. O All-Star GP terá um campeão por temporada em cada categoria. A categoria dos Super-Médios foi a escolhida para a primeira edição e ao longo de 2023, outras categorias entram em disputa. Depois dos dois primeiros duelos das quartas de finais no WGP 66 e dos dois embates restantes no WGP 67, temos os quatro semifinalistas definidos para decidir o grande campeão desta primeira edição.

Jonas Salsicha é um dos destaques do WGP – Divulgação/WGP

De um lado da chave está o campeão Jonas Salsicha, detentor do cinturão da divisão e um dos maiores nomes atuais no evento. Com oito lutas e oito vitórias no WGP, ele chega motivado para dominar de vez a categoria. Nas quartas de finais, na edição 66, não tomou conhecimento de Junior Alpha e avançou ao vencer por nocaute. Seu adversário é uma verdadeira pedreira. Em franca ascensão, o baiano radicado em Fortaleza, Gustavo Jones chamou a atenção nas duas últimas atuações com muita agressividade e explosão. Nas quartas de finais, no WGP 67, ele atropelou Lucas Paredes por nocaute com uma atuação de almanaque. Agora, o embate entre o campeão da categoria e uma das maiores promessas da divisão vale vaga na decisão e promete muitas emoções.

Do outro lado da chave estão outros dois jovens com grande potencial na categoria. O paulista Vitor Aquino é membro da União ABC, equipe tradicional do ABC Paulista que conta com grandes nomes como o ex-campeão dos meio-médios, Bruno Gazani. Com a alcunha de Showman, Vitor soma três lutas e 100% de aproveitamento no WGP. Para chegar às semifinais, ele bateu Anderson Arcanjo por nocaute técnico no WGP 66. Já seu adversário, o paranaense Matheus Nogueira também segue perfil parecido. Jovem e membro de uma equipe com cada vez mais destaque no cenário nacional, a Teixeira Team, ele chega para sua sexta luta no WGP. No total são quatro vitórias e apenas um revés. O último triunfo, que deu a vaga nas semifinais, foi diante do paraguaio Guido Cardozo, na edição 67. Agora os dois jovens se enfrentam na busca pela vaga de finalista do All-Star GP.

Ravy Brunow no co-main event e retorno de Paulo Tebar são outros destaques

Como se não bastasse todas as expectativas da fase final do All-Star GP, a edição 68 prepara ainda mais emoção. No co-main event da noite, o ex-campeão Ravy Brunow retorna após a última disputa de título na edição 67, em novembro, no qual foi derrotado por Petros Cabelinho, para tentar retomar o caminho do título. Com um duelo equilibrado e decidido nos detalhes, Ravy quer a revanche e vai precisar encarar um grande desafio para ter uma nova chance. E o desafio atende pelo nome de Jones Coliseu, outro jovem que vem se destacando nas últimas atuações e chega credenciado para encarar o peso do embate. Ravy é um dos atletas com mais lutas na história do WGP e vai para sua 15a luta no evento e soma 11 vitórias e apenas três reveses. Já Jones vai para seu sexto duelo no evento e defende a invencibilidade com 100% de aproveitamento.

Outro grande destaque da noite é o retorno do ex-campeão dos super-leves, Paulinho Tebar. Dominante durante anos em duas categorias do evento, ele havia dado uma pausa na carreira em 2020, cerca de um ano depois da defesa de título diante de Tomas Chacal, na edição 61. Decidido a voltar com tudo, ele busca sua 11a vitória no evento. Até agora são 10 triunfos em 12 duelos disputados no evento. Ele também foi um dos poucos atletas a ser campeão de duas categorias no WGP. Do outro lado estará o argentino Nicolas Jara, que também soma bons momentos no WGP. São três participações no evento, com duas vitórias por nocaute. O WGP 68 conta ainda com outras Super Fights como o embate entre o brasileiro Francisco Mairon, um dos grandes nomes do Muay Thai nacional e que faz sua estreia no Kickboxing, e o chileno Joaquin Morales. O card completo será divulgado em breve.

WGP 68: All-Star GP Finals

Data: 25/03/2023

Local: Ginásio do São Paulo FC – São Paulo/SP

Horário: a partir das 18h00

Transmissão: Canal Combate para todo Brasil e DirecTV para América Latina e Caribe

Ingressos: https://bit.ly/3l6or1Q

WGP 68 Main Card

Main Event:

All-Star GP Finals Super Middleweight (78,1kg)

Vencedor da Semifinal 1 vs Vencedor da Semifinal 2

Co-Main Event:

Special Fight Light Middleweight (71,8kg)

Ravy Brunow (Strickers Mori Team/CT Viscardi Andrade) vs Jones Coliseu (Coliseu Team/União ABC)

Special Fight:
Super Lightweight (64,5kg)

Paulo Tebar – BRA (Veras TK/Top Strikers Team) vs Nicolas Jara – ARG (Renegado Team/Dojo Serpiente)

All-Star GP – Semifinal 2
Super Middleweight (78,1kg)

Matheus Nogueira (Teixeira Team) vs Vitor ‘Showman’ Aquino (União ABC)

All-Star GP – Semifinal 1

Super Middleweight (78,1kg)

Gustavo Jones (The Rocky Kickboxing) vs Jonas Salsicha (TF Team)

WGP 68 Super Fights

Super Fight

Lightweight (60kg)

Francisco Mairon (Bravo Team – BRA) vs Joaquin Morales (Casa Leme/Emetres – CHI)

Super Fight

Light Middleweight (71,8kg)

Maykol Yurk (Teixeira Team) vs Marcio de Jesus (Team Álvaro de Aguiar)

*Restante do card a confirmar em breve