Bellator: final de semana teve vitória de Dudu Dantas e derrota de Erick Silva

O Bellator teve um final de semana movimentado. Na sexta-feira, o ex-campeão dos galos Dudu Dantas voltou ao cage após a grave lesão no tornozelo que sofreu há sete meses. Recuperado, o brasileiro dominou as ações contra Toby Misech e foi declarado vencedor por decisão unânime, voltando a vencer após duas derrotas seguidas.

Na luta principal do evento, realizado em Uncasville, EUA, os pesos pesados Sergei Kharitonov e Matt Mitrione terminaram sem resultado. O motivo foi um golpe do americano que acertou as partes baixas do russo aos 15 segundos de combate.

No sábado, na mesma Uncasville, o meio-médio Michael Page, conhecido como um dos clones de Anderson Silva, venceu o maior desafio de sua carreira, Paul Daley, por decisão unânime, e ampliou seu cartel para 14 vitórias em 14 lutas disputadas.

Pelos pesos pesados, a lenda do Pride Mirko Cro Cop passou pelo ex-UFC Roy Nelson por decisão unânime; e Cheick Kongo quebrou a invencibilidade do ex-campeão Vitaly Minakov, que já durava 21 lutas, ou nove anos. O foi por resultado foi decisão unânime, mesma forma que o russo havia vencido no primeiro duelo entre eles, em 2014.

Em sua estreia no Bellator, Erick Silva não conseguiu soltar o jogo diante do ainda invicto Yasolav Amosov. O ucraniano levou a melhor por decisão unânime e amentou seu cartel para 21 vitórias em 21 lutas. O brasileiro acumulou a quinta derrota em sete lutas disputadas desde 2015.

Alguns outros brasileiros estiveram em ação no card, porém, apenas o meio-médio Vinicius de Jesus conseguiu um bom resultado. O gaúcho radicado nos EUA venceu o estreante Rodolfo Barcellos por nocaute técnico no primeiro round e chegou a sete vitórias em nove lutas. Os pesos médios Reginaldo Félix e Rodolfo Rocha não tiveram o mesmo sucesso. O capixaba Félix foi finalizado por Justin Sumter com um mata-leão no segundo round, mesma forma com que o paulista Rocha bateu para Jesse Kosakowski.