Cabeçada gera ‘no contest’ e brasileiro fica sem cinturão no Karate Combat

0
139
Duelo terminou sem resultado - Divulgação

O Karate Combat retornou ao México e realizou o Kickback 2 no final de semana. A disputa principal da noite trouxe um duelo de ex-UFC’s e veteranos do MMA: o atual campeão dos pesados Sam Alvey contra o desafiante da vez, o brasileiro Antonio Arroyo.

Duelo terminou sem resultado – Divulgação

O combate acabou marcado por uma cabeçada involuntária do lutador paraense no segundo round, que influenciou diretamente no resultado final, ocasionou o ‘no contest’ (luta sem resultado) e fez o título permanecer com o norte-americano. Os outros brasileiros no card, Joilton Peregrino, Weber Almeida e Gregor Gracie (disputou a ‘Pit Submission Series’) saíram vitoriosos.

Amargo

Lento e plantado no solo, Sam Alvey logo começou a ser alvo fácil para os chutes na panturrilha certeiros do paraense, que misturava esse recurso com movimentação lateral para acumular vantagens. Na metade da segunda parcial, os dois lutadores tentaram uma troca mais franca de socos.

No momento em que a distância encurtou, Alvey aplicou um cruzado contra o direto de encontro de Arroyo. A ação simultânea fez a cabeça do brasileiro atingir o queixo do adversário, que foi a knockdown e acabou ‘finalizado’ por uma saraivada de golpes no ‘ground and pound’.

O árbitro interrompeu e Arroyo comemorou efusivamente. Mas pouco depois, veio o veredicto amargo. Mesmo involuntária, a cabeçada – que é ilegal de acordo com as regras do evento – foi fator decisivo para o resultado final, o que obrigou os juízes a decretarem o ‘no contest’.

Assim, o cinturão continuou com Alvey, mas a revanche imediata já foi acordada pelas partes e a cúpula do Karate Combat.

Vitórias brasileiras

Aluno direto de Lyoto e Chinzo Machida, Weber Almeida estreou entre os leves (até 68kg), contra o mexicano Andre Rodriguez. Com pleno domínio da distância, o brasileiro aplicou fortes chutes frontais no plexo do oponente, que logo sentiu os golpes, se curvou contra a lateral do pit (arena de luta) e foi atingido por socos que culminaram em nocaute técnico.

Nos meio-médios (até 75kg), Joilton Peregrino também precisou de apenas um round para despachar o atleta local Jorge Morales com uma joelhada no rosto. Foi a segunda vitória consecutiva em duas lutas do brasileiro pela organização.

Na ‘Pit Submission Series’, liga de luta agarrada do Karate Combat, Gregor Gracie enfrentou o compatriota e veterano do MMA Gesias Cavalcante. Gracie rapidamente aplicou uma guilhotina no adversário, que resistiu, mas não evitou a raspagem seguinte e o domínio completo pelos próximos minutos. Ao pegar as costas, Gracie conseguiu a vitória por finalização com uma chave de ombro.