Com três disputas de cinturão, Jungle Fight divulga card completo de sua 100ª edição

Dezesseis anos após a sua primeira edição no Amazonas, o Jungle Fight está de volta as suas origens e realiza a histórica edição 100 no próximo dia 28 de dezembro em Manaus. Para coroar esse marco, além do retorno a cidade onde tudo começou, a organização do maior evento de MMA da América Latina preparou um grande card, que contará com três disputas de cinturão. O paulista Eduardo Silva “Máquina da dor” terá pela frente o mexicano José Antonio Rodríguez Serrano na disputa de cinturão peso-galo (61kg). Em um duelo carioca, Willker “Feijão” Lemos enfrenta Alessandro Junior “Gambulino” pelo título dos meio-médios (77kg). A terceira disputa de cinturão será na categoria feminina. A mineira Natália Silva mede forças com a manauara Joice Mara pelo título peso-mosca.

“Nenhum evento na história do MMA brasileiro completou 100 edições. Sem dúvida esse é um marco na história. Estou muito feliz de voltar as origens, porque o Amazonas é um celeiro de guerreiros, e foi lá onde tudo começou. Essa edição em Manaus vai ajudar, como ajudou em todas as edições que já realizamos, a descobrir e dar visibilidade a nova geração de guerreiros do Brasil”, disse Wallid Ismail, presidente do Jungle Fight, que irá fazer uma homenagem a Carlson Gracie premiando o melhor lutador do evento com um troféu do saudoso mestre.

O Jungle Fight no DAZN 100 terá transmissão exclusiva da plataforma de streaming DAZN. Para assinar, basta clicar aqui. O primeiro mês de assinatura é grátis.

Os ingressos para o evento já estão a venda e podem ser adquiridos através do site: https://www.aloingressos.com.br/catalog/product/view/id/7118/s/jungle-fight-edic-o-100/

Confira abaixo o card completo do evento:

Jungle Fight no DAZN 100
Sábado, 28 de dezembro de 2019
Manaus, Amazonas

Cinturão até 61kg:
– Eduardo Silva “Máquina da dor” (Full House) x José Antonio Rodríguez Serrano (Cleber BJJ MMA);

Cinturão até 77kg:
– Willker “Feijão” Lemos (Team Nogueira) x Alessandro Junior “Gambulino” (Gordin Fight Team);

Cinturão feminino até 57kg:
– Natalia Silva (Team Borracho) x Joice Mara (PRVT);

Outras lutas:

57kg – Matheus “Calabresa” (Chute Boxe Bauru) x Alexsandro Praia de Lima (Renovação Coari Team);
66kg – Arthur Martins de Castro (Carmem Casca Grossa/ CT JAPA) x Leandro ”Cacique” Pereira (Carioca Team);
77kg – Anderson Negão (Dymitry Fight Center) x Ronildo Cabral (THF Team);
57kg – Rodrigo Sobrinho de Moura (Nock Down Team/ Team Xisto) x Davi Black (Power Kick/Team Alpha);
57kg – Caio Victor Sousa Rocha (JECT/Round by Round) x Ebeson Sevalho (Império CT);
66kg – Leandro Oliveira (Chute Boxe Acre) x Max Douglas (SD System/ Checkmat);
70kg – Wallison Henrique Chibilski (Arena Artes Marciais/ Saruawatari BJJ) x Thiago Ivan (Carioca Team);
61kg – Klinger Pinheiro (MPBJJ Nova União) x Eli Jones “Lorinho” da Silva (THF Team);
70kg – Luís Fernando de Oliveira Lima (JECT/ Round by Round) x Kristhian Gomes Moreira (Team Cardoso);
61kg – Almir Xerox (Centro de Lutas) x Aluizio Adario Cavalcante Brandão (Team Soares);
57kg – Pereira De Lima (Renovação Coari Team) x Raison Moicano;
61kg – Sérgio Ribeiro (MPBJJ) x Maurício Freire de Almeida (Deo Academy).