De virada: Poatan nocauteia Adesanya no último round e é campeão dos médios do UFC

0
310

O UFC tem novo campeão. E é brasileiro. Alex Poatan venceu Israel Adesanya pela terceira vez – primeira no MMA – e faturou o cinturão dos médios no UFC 281 deste sábado, em Nova York, EUA.

Poatan vence de virada e faz hat-trick contra Adesanya

O round começou estudado, e os lutadores trocaram chutes nas pernas. Poatan ficou no centro do cage e empurrou Adesanya para a grade. O brasileiro parecia que ganharia o round, acertava golpes mais significativos, mas um direto do campeão entrou quase derrubando Alex, salvo pelo gongo.

Poatan voltou com a mesma estratégia, caçando o nigeriano partindo do centro do octógono. Porém, Adesanya buscava o clinch a cada blitz, também ameaçando na trocação. No final do round, Poatan conseguiu uma queda.

No 3º round, Adesanya ficou mais no centro do cage, e após o desafiante tentar uma queda, inverteu a vantagem e dominou no solo – sem muita agressividade –  por pelo menos metade do round. No round 4, o campeão se soltou mais na trocação, e usou o clinch para frustrar as sequências de Alex.

No round final, Israel, sabendo que ganhava por pontos, não se arriscou. Já Poatan, sabendo que precisava nocautear, foi para cima, até conectar o temido cruzado e iniciar uma sequência que derrubou o campeão. Vitória de virada que deu Alex Poatan o cinturão dos médios.

“Muito feliz! Estava escrito que eu seria campeão. Postei algumas coisas que as pessoas não gostaram, peço desculpas. Sou humilde. Treinei duro, disseram que eu não conseguiria fazer 5 rounds, fiz e estou pronto para a próxima”, disse Poatan ainda no cage ao fim da luta. Adesanya saiu sem dar entrevista.

Poirier finaliza Chandler em luta animada

Dustin Poirier e Michael Chandler fizeram uma luta que deve definir o próximo desafiante ao título dos leves, atualmente com Islam Makhachev. Numa luta com muitas reviravoltas, Poirier encaixou mata-leão no terceiro round e finalizou Chandler.

Zhang Weili finaliza Carla Esparza e é novamente campeã do peso palha

Na penúltima luta da noite, Zhang Weili surpreendeu a campeã Carla Esparza no chão e finalizou com mata-leão no início do segundo round. A chinesa se tornou novamente campeã do peso palha.

Renato Moicano finaliza e pede dinheiro ao UFC

Fechando o card preliminar, Renato Moicano teve excelente atuação e finalizou Brad Riddell com mata-leão no primeiro round. No fim da luta, o brasileiro pediu o bônus e também para entrar no ranking dos leves.

“Joe Rogan, não sei se você me conhece, mas eu era o número 4 do peso pena. Eu era o melhor peso-pena do planeta e perdi para meu ídolo José Aldo. Foi muito ruim para minha carreira, mas eu subi de divisão. Aprendi com meus erros e estou aqui pra dominar todos estes filhos das p*ta. Estou aqui pra dominar. Não cometo erros, só perdi para o melhor, mas hoje eu sou o melhor desta p*rra. Sean e Dana sabem, eu estava bebendo cerveja, comendo carne no Brasil, então eles me ligaram e eu vim. Viajo 24 horas e os filhos das p*ta me desrespeitam. Quero a p*rra do bônus. Posso bater estes caras na trocação, no wrestling, porque agora sou a p*rra de um wrestler all-american, irmão. Moicano quer dinheiro!”, bradou o brasileiro, para delírio do público e gargalhada de Joe Rogan.

Outro brasileiro do card, Wellington Turman perdeu para Andre Petroski por decisão unânime.

UFC 281
12 de novembro de 2022
Madison Square Garden, Nova York, EUA

CARD PRINCIPAL:
Alex Poatan nocauteou Israel Adesanya aos 2:01min do 5º round
Weili Zhang finalizou Carla Esparza com mata-leão com 1:05min do 2º round
Dustin Poirier finalizou Michael Chandler com mata-leão aos 2min do 3º round
Chris Gutierrez venceu Frankie Edgar por nocaute aos 2:01min do 1º round
Dan Hooker venceu Cláudio Puelles por nocaute técnico aos 4:06min do 2º round

CARD PRELIMINAR:
Renato Moicano finalizou Brad Riddell com mata-leão aos 3:20min do 1º round
Ryan Spann venceu Dominick Reyes por nocaute com 1:20min do 1º round
Erin Blanchfield venceu Molly McCann por finalização aos 3:37min do 1º round
Andre Petroski venceu Wellington Turman por decisão unânime (30-27, 30-27 e 29-28)
Matt Frevola venceu Ottman Azaitar por nocaute aos 2:30min do 1º round
Karolina Kowalkiewicz venceu Silvana Gomez Juarez por decisão unânime (triplo 29-28)
Mike Trizano venceu Seung Woo Choi por nocaute aos 4:51min do 1º round
Montel Jackson venceu Julio Arce por decisão unânime (30-27, 30-27 e 29-28)
Carlos Ulberg venceu Nicolae Negumereanu por nocaute aos 3:44min do 1º round