Jungle Fight 112 consagra a mineira Stephanie ‘Rondinha’ e o paulista João Dantas

0
133
Stephanie Rondinha é a nova campeã peso-palha do Jungle (Foto: Divulgação)

O Jungle Fight 112, realizado neste domingo, na capital de São Paulo, coroou a mineira Stephanie “Rondinha” como nova campeã peso-palha da organização e o paulista João Dantas como o novo campeão peso médio.

Mineira de 22 anos, Stephanie venceu por decisão unânime uma luta bastante equilibrada contra a até então invicta paulista Karina Aryadne após cinco rounds de disputa, com ações tanto em pé quanto no solo.

Stephanie Rondinha é a nova campeã peso-palha do Jungle (Foto: Divulgação)

“Senti o que ela tinha a oferecer no primeiro round e depois botei meu jogo em prática. Este cinturão é um passo muito importante na minha carreira, que eu desejava desde que comecei a lutar. Agora sou a campeã do maior evento da América Latina”, celebrou a nova campeã, que chegou a cinco vitórias em seis lutas.

O combate que decidiu o novo campeão dos médios foi recheado de reviravoltas e emoção. Logo nos primeiros segundos, o boliviano acertou uma bomba em cheio no rosto de João Dantas, 26 anos, que foi ao solo quase que em definitivo.

Digno de um guerreiro, o paulista resistiu, voltou em pé, mas mesmo assim, durante boa parte do primeiro round, parecia que o fim da luta seria com ele beijando a lona Mas tudo começou a mudar a partir do assalto seguinte.

Bazan cansou de bater e, de caçador, se tornou a caça. Bem da verdade, ele também mostrou resistência diante dos contra-ataques do brasileiro, mas João Dantas conseguiu emplacar o nocaute no terceiro minuto do segundo round.

João Dantas conquistou o título dos médios (Foto: Leonardo Fabri)

“Quem me conhece me chama de Rocky Balboa, porque eu aguento muita pancada. Ele podia bater a noite inteira que eu não ia parar de ir para cima. Trabalhei muito para conquistar esse cinturão e é só o começo”, disse o paulista de Capão Bonito, que agora soma sete vitórias, todas por nocaute, em oito lutas.

O card ainda teve como destaques os nocautes do paulista Marcos “Tailandês” sobre o capixaba Frank Jagunço, do fluminense Thierry Lucas sobre o paulista Rian Martinazzo e do paulista Murilo Henrique sobre o paulista Michael de Oliveira.

“Estou muito feliz por mais esse maravilhoso evento e orgulhoso pelo que os lutadores entregaram. Agradeço aos apoiadores, como o vereador George Hato e o prefeito Ricardo Nunes, dois caras acreditam e apoiam o esporte como uma grande ferramenta de inclusão social”, destacou Wallid Ismail.

Confira abaixo os resultados completos:

Jungle Fight 112
Ginásio do Pelezão, São Paulo, SP
13 de novembro de 2022

Stephanie “Rondinha” Luciano (MG) venceu Karina Aryadne Caetano (SP) por decisão unânime (triplo 49×46)

João Dantas (SP) venceu Carlos Bazan (Bolívia) por nocaute técnico aos 2:09 do R2

Luiz Paulo Barbosa Maciel (AL) venceu Wagner Reis (MG) por decisão unânime (30×27, 29×28, 29×28)

Leonardo Rodriguez (Bolívia) venceu Rodrigo Almeida (SP) por nocaute técnico aos 4:58 do R1

Davi de Souza Almeida (AP) venceu Hélio Nunes (SP) por decisão unânime (triplo 29×27)

Thierry Lucas (RJ) venceu Rian Martinazzo (SP) por nocaute técnico aos 4:08 do R1

Marcos “Tailandês” (SP) venceu Frank Bispo dos Passos (ES) por nocaute a 1:17 do R1

Rodrigo Miag (SP) venceu Thiago Gauterio (RS) por nocaute técnico aos 4:16 do R1

Manrique “Dhiago” Rojas (Peru) venceu Kauê Vaz (SP) por decisão majoritária (29×27, 30×26 e 28×28)

Murilo Henrique Bento (SP) venceu Michael de Oliveira (SP) por nocaute técnico aos 4:22 do R1

Demerson Silva (BA) venceu Victor Bastos (PA) por desclassificação (joelhada ilegal) 2:15 do R2

Joseph Yohan (SP) venceu Rodrigo Amorim de Castro (SP) por decisão unânime (triplo 30×27)